Conecte-se connosco

Exposições

Exposição “Física do Dia-a-Dia” já chegou a quase 40 escolas e 60 mil alunos

Publicado

em

A exposição itinerante “Física do Dia-a-Dia”, promovida pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC), já visitou 39 escolas em todo o país, abrangendo mais de 58 mil alunos, foi hoje revelado na Figueira da Foz.

A exposição, que, segundo o ministro da Educação, Nuno Crato, é “um incentivo maior” a conhecer a Física através de objetos do dia-a-dia, foi hoje inaugurada na escola secundária Dr. Bernardino Machado.

“O que veem aqui são panelas, copos, colheres, velas, são coisas do dia-a-dia, estamos com elas todos os dias. Se percebermos estas experiencias que aqui estão, percebemos melhor o mundo em que vivemos”, afirmou Nuno Crato.

A mostra, iniciada em novembro de 2012, partiu de uma ideia original do professor de Física e poeta Rómulo de Carvalho (António Gedeão), recriada pelo MEC, para levar 32 experiências às escolas.

O ministro aconselhou os jovens a fazer as experiências propostas na exposição itinerante “em casa”, frisando que temas sobre ótica, acústica ou química, entre outros, “são possíveis de fazer com materiais absolutamente comuns”.

Já Pedro Mota Curto, diretor do agrupamento de escolas Figueira Mar, onde se insere a secundária Bernardino Machado, disse que a ideia principal da exposição é mostrar aos alunos que a Física “não é tão complicada como parece”.

Na abertura da exposição, Nuno Crato foi alvo de pedidos de autógrafos por parte de vários alunos: “Não costumo dar autógrafos, disse aos jovens que não sou artista de rock, os artistas de rock é que costumam dar autógrafos. Mas, de qualquer maneira eles insistiram, tenho todo o gosto”, disse aos jornalistas o ministro.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade