Conecte-se connosco

Académica

Estudantes de Coimbra vão morar com idosos para combater pobreza e solidão (com video)

Publicado

em

“Quando os idosos estão em contacto com os mais jovens as idades fundem-se. Num Abraço de Gerações não há idades.” A presidente da Associação Cozinha Económica da Rainha Santa Isabel (ACERSI) deixou hoje esta mensagem à direção da Associação Académica de Coimbra durante a sessão de assinatura de um protocolo que vai permitir aos estudantes apoiar e acompanhar idosos isolados da cidade e ao mesmo tempo usufruir da sua companhia e alojamento durante o curso.

“Abraço de Gerações” é o novo projeto da AAC com a ACERSI que possibilitará aos estudantes de Coimbra fazer companhia a pessoas mais velhas e sozinhas e proporcionar ajuda nas tarefas do dia-a-dia”.

A dirigente da ACERSI, Maria Medeiros, de 88 anos de idade e antiga estudante de Matemática na Universidade de Coimbra, recordou os tempos de estudante e de participação académica no final da década de 1960. Quis também testemunhar que quando se é mais velho “ter um amigo é um tesouro que é preciso guardar no coração.”

O presidente da Associação Académica de Coimbra revelou que se trata de “restaurar o que de tão bom tinha o projeto anterior congénere mas também de acrescentar a mais valia de levar aos mais velhos o trabalho da academia na cidade.

Para João Assunção, o Abraço de Gerações cria “uma simbiose entre alunos com necessidades que procuram uma casa e os idosos isolados que procuram ajuda e companhia. Este projeto vai combater o isolamento dos idosos – agravado pela pandemia – e oferece um quotidiano diferente, canalizando todo o trabalho intenso que se faz na academia em termos culturais, desportivos e de intervenção cívica para a vida destes cidadãos”.

O presidente da AAC afirma que a “experiência possibilitará aos estudantes um crescimento cívico fundamental” do qual sairão histórias belíssimas de amizade entre gerações”. O projeto possibilitará, também, que “estudantes deslocados e em situação de carência económica possam coabitar com idosos que vivam sozinhos, de forma gratuita”, sumariou.

“Este abraço de gerações irá intervir no núcleo mais fundamental da vida dos estudantes e idosos. Juntaremos pessoas que, apesar de não serem familiares, levarão esta interação para o resto das suas vidas e terão para sempre uma amizade profunda na cidade de Coimbra”, conclui João Assunção.

Todos os participantes no projeto, tanto estudantes como moradores mais velhos de Coimbra, são estudados pelos técnicos em termos de personalidade e em termos económicos, explicou a técnica da ACERSI. Num segundo momento são encontradas correspondências entre o estudante e o idoso, em termos de interesses e para facilitar a convivência.

Teresa Sousa disse ainda que o “Abraço de Gerações” se insere num outro programa intergeracional denominado Oficina dos Avós, financiado pela Fundação La Caixa e realizado em parceria com a União de Freguesias de Coimbra.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade