Conecte-se connosco

Ensino

Estudantes de Coimbra montam circo com António Costa à porta da Associação Académica (com vídeos)

Publicado

em

O circo está montado à porta da Associação Académica de Coimbra (AAC). Os estudantes fizeram uma instalação satírica com uma imagem de António Costa a sair de dentro de uma tenda circense e colocaram uma lona alusiva à falta de valorização da qualificação académica. O objetivo é chamar a atenção dos decisores políticos, no mesmo dia em que o movimento associativo nacional “Académicas” vai ser ouvido na Assembleia da República. 

“Esta iniciativa da AAC pretende, de modo irreverente, contestar a realidade do ensino superior em Portugal, com a exposição do que representa um circo, para mostrar a nossa insatisfação, e também uma lona com as nossas preocupações”, afirmou João Pedro Caseiro. “Temos acompanhado estudos e dados sobre a valorização salarial e a nível de emprego de mestres e doutorados e esta é a nossa principal preocupação”, referiu o presidente da AAC, exemplificando com os resultados conhecidos recentemente do relatório “Estado da Nação: Educação, Emprego e Competências em Portugal”, da Fundação José Neves, que revela que numa década o salário médio dos portugueses apenas aumentou para os menos qualificados.

Na instalação, colocada sobre um palco de madeira, está um boneco que imita quase na perfeição o primeiro-ministro. Vestido de fato e gravata, António Costa faz malabarismos com uma nota de 100 euros numa mão e uma de 200 na outra, além de um “canudo” que representa os diplomas. O boneco está a sair de uma tenda com um cartaz onde se lê: “O circo que é este país”.

“Não é um ataque a uma pessoa, é a um modo de governação, aos parceiros de governo e também aos deputados da Assembleia da República, que nos representam, por toda a desvalorização”, sublinhou João Pedro Caseiro, dando conta que na tarde de hoje, o movimento “Académicas”, composto pelas associações académicas das Universidades de Aveiro, Algarve, Beira Interior, Coimbra, Évora, Minho e Trás-os-Montes e Alto Douro, vai ter uma audiência na Comissão de Educação e Ciência na Assembleia da República. 

Depois de apresentarem “cadernos de reivindicações” sem qualquer efeito, os estudantes de Coimbra esperam agora “conseguir alguma atenção” com este circo. Questionado pelo Notícias de Coimbra se chegou a ser colocada a hipótese de se levar a tenda até à porta da Assembleia da República, o presidente da AAC disse que “é simbólico estar à porta da maior associação académica do país” e convidou os responsáveis políticos para se deslocarem à cidade. 

A sátira vai permanecer no início da Rua Padre António Vieira pelo menos durante as próximas duas semanas “para que todos possam ver e conhecer as reivindicações dos estudantes”. 

Veja a conferência de imprensa:

 

Veja a entrevista com o presidente da AAC, João Pedro Caseiro:

Veja a instalação satírica:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com