Assinaturas NDC

Apoie a nossa missão. Assine o Notícias de Coimbra

Mais tarde

Cidade

Estreia da Merc’@rte assinala aniversário da Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais (com vídeos)

Bruna Correia | 1 ano atrás em 22-11-2022

A Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais, em Coimbra, assinala o seu 168º aniversário já esta sexta-feira, dia 25 de novembro. Da solidariedade à música, o programa com um investimento entre os 7 mil e os 8 mil euros, conta com a abertura oficial da feira de artesanato “Merc’@rte”, na Praça Heróis do Ultramar, com 25 expositores e um carrossel. 

PUBLICIDADE

A apresentação realizou-se esta terça-feira, 22 de novembro. O programa do dia de aniversário começa pelas 11h com a atribuição de bens essenciais a duas instituições de solidariedade social com sede na freguesia — a ATLAS e o Centro de Acolhimento João Paulo II.

Às 14h30 segue-se a visita às obras da requalificação da Praceta de São Sebastião e ao parque infantil na zona do Bairro Norton de Matos. O acesso aos cidadãos pode “ocorrer ainda no mês de novembro, o mais tardar até final do ano”.

“O objetivo era que estas obras fossem inauguradas, porque já decorrem há algum tempo, mas por motivos alheios, como o tempo, o aumento substancial do custo das matérias-primas e a falta de mão de obra, foi-nos dito que não havia a possibilidade, como desejávamos, de inaugurar essas obras no dia 25 de novembro”, adiantou ao NDC Francisco Rodeiro, presidente da Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais.

A abertura oficial da “Merc’@arte”, um dos momentos altos, acontece pelas 18h30, e surge de um trabalho conjunto entre a junta de freguesia e a Roda Viva – Associação de Artesãos.

De 25 de novembro a 7 de dezembro a Praça Heróis do Ultramar é palco de stands dedicados ao artesanato. Haverá também uma roulotte de farturas, um carrossel, castanhas quentes e uma tenda de fumeiro. A entrada é livre. De segunda a quinta-feira está aberta das 17h às 21h, sexta-feira e véspera de feriados das 17h às 21h30 e, aos fins de semana, assim como no feriado de dia 1 de dezembro, das 15h às 21h30.

A animação estará a cargo de vários grupos: dia 25 de novembro, às 18h30, atua o Grupo de Cavaquinhos de Coimbra Giroflé, dia 26, pelas 17h, a Classe de Gaitas de Fole Salatina e dia 27, às 16h, The Season Flowers – Associação Cultural e Recreativa de Coimbra.

Dia 1 de dezembro, pelas 16h, é a vez da animação infantil com o Panda e serão distribuídos balões. Às 17h atua a Tuna Feminina de Medicina da Universidade de Coimbra. Dias 3 e 7, às 16h, é a vez do Grupo de Concertinas – Amigos da Paródia. O Grupo de Cavaquinhos de Coimbra Giroflé volta a atuar dia 4, às 16h.

O programa de aniversário fecha com “chave de ouro”, pelas 21h30, com um concerto aberto ao público no auditório do Conservatório de Música de Coimbra pelo grupo de música Advocal, do grupo de fados Fadvocal.

Francisco Rodeiro referiu ainda que o Mercado de Natal realizado em 2021, em conjunto com o Município de Coimbra e a União de Freguesias de Coimbra, resultou em prejuízo. “No ano passado associámo-nos, como era tradição, à União de Freguesias de Coimbra e deu-se a circunstância da Câmara Municipal também associar-se ao evento. Todavia, não decorreu conforme as previsões da Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais, implicando um prejuízo elevadíssimo para as economias da junta”, começou por explicar o autarca, adiantando que foram 18 mil euros de prejuízo para a junta de freguesia, outros 18 mil para a União de Freguesias e “o dobro para a Câmara Municipal”.

“Consequentemente nós, junta de freguesia, propusemos ao presidente da Câmara Municipal de Coimbra, por escrito, que o Mercado de Natal este ano decorresse sob orientação, primeiro do Município, e a esse evento podiam ser associadas as juntas de freguesias que quisessem aderir. Mas esse repto não teve resposta positiva por parte da Câmara”, avançou Francisco Rodeiro, acrescentando que ” a junta de freguesia, atendendo à sua dimensão e importância, não podia ficar manifestamente parada”.

Daqui a dois anos, para assinalar o 170º aniversário, Francisco Rodeiro lançou um mote: “No sentido de ser uma data simbólica e como a criação da freguesia, na altura paróquia, coincide com a Junta de Freguesia de Santa Clara, significa que as duas autarquias se poderiam associar, com apoio da Câmara Municipal, e seria um momento alto de afirmação do poder local democrático com duas freguesias importantes do município de Coimbra”, afirmou.

Veja os vídeos dos diretos do NDC:

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com