Crimes

Estrangeiro procurado por torturar enteada menor detido em Portugal

Notícias de Coimbra | 1 ano atrás em 24-02-2023

Um homem, de 37 anos, de nacionalidade brasileira, foi detido em Castelo Branco, para cumprir mandados de captura internacional emitidos pela Interpol.

PUBLICIDADE

O suspeito residia em Portugal e estava em fuga com uma pena de 8 anos e 7 meses de prisão por cumprir, no país de origem, por crimes de tortura contra a enteada menor.

“Rafael Tomaz Freitas foi apanhado ao regressar de Espanha, onde se deslocava com frequência para escapar às autoridades policiais”, adianta o Correio da Manhã.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O mandado de captura foi emitido por um magistrado de Belo Horizonte, no estado brasileiro de Minas Gerais.

PUBLICIDADE

Foi neste local que, entre 15 e 16 de Dezembro de 2013, Rafael deixou em coma a enteada, com quem vivia, e que tinha na altura apenas 5 anos.

“A menor foi espancada brutalmente durante cerca de 24 horas, com o foragido a causar-lhe uma rutura intestinal depois de, propositadamente, se ter colocado de pé em cima da barriga da menina”, pode ler-se na notícia. Segundo a polícia brasileira, o agressor  terá agido para aplicar um castigo à enteada. A menor foi encontrada inconsciente por outros familiares, com marcas de dentadas em várias partes do corpo. Foi operada, e manteve-se hospitalizada durante cerca de um mês.

O homem terá fugido do Brasil logo a seguir ao crime e foi julgado à revelia. O CM adianta que o suspeito chegou a Portugal há cerca de 3 anos, e fixou-se em Castelo Branco. Trabalhava como empresário na área da restauração, quando o SEF o detetou, e veio a prender. Vai ser presente à Relação de Coimbra para posterior extradição.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE