Conecte-se connosco

Desporto

Estádio da Luz abre duas horas e meia antes do dérbi na sexta-feira

Publicado

em

Os espetadores do dérbi entre Benfica e Sporting, marcado para sexta-feira, da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, vão poder começar a entrar às 18:45 no Estádio da Luz, em Lisboa, anunciaram hoje os ‘encarnados’.

O emblema das ‘águias’ detalhou hoje as condições para o acesso ao encontro entre os rivais lisboetas, que vai ter início às 21:15, de acordo com as restrições decorrentes da situação de calamidade face à pandemia de covid-19, que entram em vigor na quarta-feira.

Assim, além da abertura das portas do recinto ‘encarnado’ duas horas e meia antes do início do dérbi, o acesso ao Estádio da Luz vai estar reservado a portadores de certificados de teste ao SARS-Cov2 com resultado negativo realizado até 72 horas antes, no caso dos PCR, ou 48, nos de antigénio, ou de recuperação da infeção ao coronavírus. Apenas os menores de 12 anos estão dispensados deste procedimento, segundo o Benfica.

Para agilizar as entradas, o clube ‘encarnado’ vai permitir a certificação antecipada dos testes e a obtenção de pulseiras na quinta-feira, em quatro lojas do Benfica, e durante o dia do jogo, igualmente nas lojas, em pontos de venda de bilhetes junto ao estádio e nas Casas do Benfica da área metropolitana de Lisboa.

Também na sexta-feira, até às 20:00, estes comprovativos podem ser obtidos nos parques de estacionamento dos autocarros, pelos espetadores integrantes de viagens organizadas pelas estruturas locais dos ‘encarnados’, assim como na zona do estádio por “elementos móveis”.

A partir das 20:00, a verificação dos testes vai ser feita nas portas de entrada no estádio.

O Benfica ocupa o terceiro lugar da I Liga, com 31 pontos, menos um do que o campeão Sporting, que divide a liderança com o FC Porto.

Os ‘dragões’ também jogam na sexta-feira, a partir das 19:00, no terreno do Portimonense, quinto classificado, com 20 pontos, mais um do que o Sporting de Braga, que ainda hoje recebe o Vizela.

A resolução do Conselho de Ministros que declara a situação de calamidade determina a apresentação de comprovativo de realização de teste com resultado negativo para assistir “a determinados eventos desportivos ou eventos de grande dimensão – conforme definido pela Direção-Geral da Saúde (DGS)”.

A legislação prevê igualmente o controlo da temperatura corporal e a obrigatoriedade do uso de máscaras nos recintos desportivos.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade