Conecte-se connosco

Região

Espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido” é apresentado em Cantanhede 

Publicado

em

A Praça Marquês de Marialva, junto ao edifício dos Paços do Município, recebe amanhã e sábado, dias 8 e 9 de outubro, a partir das 21h45, o espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”. 

Com a direção artística de André Varandas, a apresentação é um desfile de histórias em que se retratam homens e mulheres “comuns”, “banais”, que forneceram e continuam a fornecer aos grandes homens o pretexto e a oportunidade para o serem, detalhou a organização.

A representação teatral e musical retrata as tradições, os usos e costumes e a relação entre o sagrado e o profano, dos territórios envolvidos na programação cultural em rede “Tradição da Serra ao Mar”, num espetáculo multidisciplinar que integra mais de 100 pessoas, entre atores, cantores, figurantes, músicos, em que se fundem a música, o teatro, as artes performativas e multimédia. 

Foram várias as associações do concelho a aliar-se a este projeto, como Novo Rumo – Teatro de Amadores de Ançã, Grupo Folclórico Cancioneiro de Cantanhede, Grupo Típico de Ançã, Centro Social de Recreio e Cultura da Sanguinheira, Pequenas Vozes de Febres, Academia de Música de Ançã, Associação Musical da Pocariça e Associação do Grupo Musical das Franciscas. 

A entrada no evento é gratuita bastando para o efeito efetuar uma reserva prévia através do contacto 231429813, do endereço de e-mail [email protected], nas instalações da antiga Escola Conde Ferreira, em Cantanhede das 9h00 às 17h00 de segunda a sexta-feira, ou no site https://bol.pt/Comprar/Bilhetes/101147-caldo_contar_de_ouvido-praca_marques_de_marialva/ 

“A tradição portuguesa é uma herança ímpar de bens culturais, usos e costumes de um país com mais de 800 anos de história. De norte a sul, do continente às ilhas, do interior ao litoral, da serra ao mar, Portugal concentra um património cultural vasto, resultado da mistura de várias influências. A riqueza e a diversidade do património associado às tradições (etnográficas, gastronómicas, musicais, artesanais e outras) constituem marcas únicas e diferenciadoras dos territórios. As culturas ditas eruditas e as ditas populares, a gastronomia, entre outras manifestações diversas, consideram-se como marcas identitárias advindas de uma relevante herança social e cultural”.

O projeto “Tradição da Serra ao Mar” é um Programa Cultural em Rede entre os municípios de Cantanhede, Oliveira do Hospital e Mortágua e visa projetar a imagem dos territórios dos três municípios envolvidos, através da realização de eventos associados ao património, à cultura e a bens culturais identitários. Nesse sentido, ao longo de doze meses, estão previstas atividades focadas num conjunto diversificado de manifestações artísticas. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link