Cidade

Escultura de Pedro Figueiredo assinala Dia Nacional da Água

Notícias de Coimbra | 8 anos atrás em 30-09-2016

 

PUBLICIDADE

O Dia Nacional da Água celebra-se, a 1 de outubro, uma data que marca a agenda das entidades gestoras de água em todo o país. Para assinalar este dia, a empresa municipal Águas de Coimbra inaugura, hoje, às 18.00, uma notável mostra de escultura, da autoria de Pedro Figueiredo.

pedro-figueiredo

PUBLICIDADE

“Correntes da Escultura” é o tema desta exposição, que poderá ser apreciada no Museu da Água de Coimbra, no Parque Manuel Braga, até janeiro de 2017. A qualidade dos trabalhos expostos justifica que o tempo de exibição desta mostra se prolongue por três meses.

Natural da Guarda, Pedro Figueiredo é um escultor que atualmente vive e trabalha em Coimbra. Há mais de 15 anos que participa em inúmeras exposições individuais e coletivas e que expõe regularmente em bienais de arte.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Quem acompanha o percurso do escultor percebe que há uma linguagem estética distintiva que percorre todas as suas obras. Como bem descreve, a esse propósito, Alberto Escobar, num texto do catálogo da exposição “Pedro Figueiredo: Escala Global” (2013), a desproporção física dos humanoides de Figueiredo faz-nos recordar as figuras que vemos na obra surrealista de Leonora Carrington ou de Salvador Dali: cabeças pequenas, membros alongados, enquanto que na rudeza das texturas percebemos as pinceladas características do estilo impressionista.

“A grande dimensão dos pés descalços das figuras tornou-se um elemento distintivo e consequente. Os pés são aquilo que nos conecta à terra, com o nosso instinto primário, com o mundo onde caminhamos, o lugar onde recolhemos experiências quando nos encontramos com o outro. Figueiredo é um poeta das formas”, resume Escobar.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE