Conecte-se connosco

Portugal

Escola quer ajudar a diminuir o medo às crianças

Publicado

em

A Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (ESALD) de Castelo Branco retomou a atividade do projeto Hospital Bem Crescer, cujo objetivo é diminuir os medos das crianças face às instituições de saúde.

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, o Instituto Politécnico de Castelo Branco referiu que a ESALD retomou, recentemente, as atividades deste projeto, com a visita de 92 alunos do 3.º e 4.º anos, do Agrupamento de Escolas Amato Lusitano, depois de ter sido cancelado devido à pandemia da covid-19.

“O projeto Hospital Bem Crescer tem como objetivo diminuir os medos das crianças em relação às instituições de saúde (hospitais, centros de saúde ou outros), relativamente à prestação de cuidados de saúde e aos profissionais de saúde”, lê-se na nota.

O projeto é direcionado a crianças em idade pré-escolar e escolar, que em ambientes de prestação de cuidados de saúde simulados levam os seus brinquedos para que sejam tratados os seus problemas de saúde.

“Os brinquedos doentes podem ser tratados com todo o cuidado por estudantes da licenciatura em Enfermagem da ESALD, que simulam a realização de diversos procedimentos, nomeadamente intervenções e educação para a saúde, adequados à situação apresentada pelo brinquedo e criada pela criança”, lê-se na nota.

As aprendizagens que as crianças ganham com esta experiência, pretendem “desmistificar” a prestação de cuidados de saúde aos mais novos e torná-las mais aptas e capazes de perceber a importância da saúde e dos profissionais de saúde.

O “Hospital Bem Crescer” é coordenado pela docente da ESALD Emília Duarte e conta com a colaboração das professoras Fernanda Cruz, Cláudia Roque e Alda Mendes e dos estudantes do 3.º ano da licenciatura em Enfermagem.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade