Conecte-se connosco

Lazer

Escola da Noite de Coimbra em Évora

Publicado

em

“Novas Diretrizes em Tempos de Paz”, do dramaturgo Bosco Brasil, é o título da peça que a companhia A Escola da Noite vai apresentar no Teatro Garcia de Resende, em Évora, na sexta-feira e no sábado.

O espetáculo, agendado para as 21:30, visita a cidade alentejana no âmbito de um intercâmbio entre esta companhia teatral de Coimbra e o Centro Dramático de Évora (Cendrev).

Da autoria do dramaturgo brasileiro Bosco Brasil, a peça desenrola-se em 1945, quando a II Guerra Mundial está perto do fim, explicou hoje o Cendrev.

“Clausewitz é um emigrante polaco, que tenta recomeçar a sua vida no Brasil. No porto do Rio de Janeiro, depara-se com o oficial da alfândega, que desconfia das suas intenções e se recusa a permitir-lhe a entrada no país”, resumiu a organização.

Trata-se da 59.ª produção da companhia A Escola da Noite, estreada em janeiro do ano passado e que foi representada, em digressão, no país e no estrangeiro.

Agora, para este ano, o espetáculo conta com novo elenco, cabendo a Igor Lebreaud interpretar “Clausewitz”, enquanto Jorge Loureiro assegura o papel de “Segismundo”, sob a direção de António Augusto Barros.

Segundo o Cendrev, este texto, escrito em 2001, tem sido apresentado em vários países do mundo e servido de pretexto para debates e conversas sobre temas relacionados com as migrações.

Na primeira temporada do espetáculo, a companhia discutiu a questão dos refugiados, em colaboração com o Comité Português para os Refugiados.

Nesta nova temporada, A Escola da Noite quer abordar a política de imigração em Portugal e na Europa, “numa altura em que às tragédias humanitárias na costa mediterrânica se vêm juntar crescentes restrições à permanência de cidadãos europeus noutros países comunitários”.

“Parece particularmente oportuno conhecer e discutir a evolução recente das principais tendências migratórias, as leis que vigoram neste domínio e, sobretudo, os impactos sociais e humanos da sua aplicação”, realçou a organização.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link