Conecte-se connosco

Académica

Erasmus Party na UC

Publicado

em

A Universidade de Coimbra espera ultrapassar este ano o número de 1.700 estudantes internacionais que recebeu no ano letivo passado e reforçar o estatuto de “universidade mais internacional do país”.

“Há a expectativa de neste ano ultrapassar os 1.700 estudantes de mobilidade que passaram pela universidade em 2012-2013”, afirmou Filomena Marques de Carvalho, chefe da Divisão de Relações Internacionais (DRI) da Universidade de Coimbra, à margem da cerimónia de boas vindas aos estudantes estrangeiros que se realizou no Auditório da Reitoria.

Filomena Marques de Carvalho frisou que “16% da população estudantil da universidade já são estudantes internacionais”, considerando que “a qualidade e o prestígio” da instituição são sinais da “sua atratividade”.

A responsável da DRI observou também que o número de estudantes que chegam à universidade é “muito superior” aos que vão para fora: 510 no ano passado.

“Os estudantes [da Universidade de Coimbra] ainda não conseguiram ver as vantagens” dos programas de mobilidade, disse Filomena Marques de Carvalho à agência Lusa, apontando também para “as dificuldades financeiras” como outro fator para o baixo número de estudantes portugueses a ingressar em programas de mobilidade internacional.

O sítio onde “vão ter aulas é património mundial”, afirmou Joaquim Ramos de Carvalho, vice-reitor para as Relações Internacionais da UC.

O vice-reitor enalteceu, no seu discurso de boas vindas aos estudantes estrangeiros, num auditório cheio, a história da universidade, assim como a “intensidade com que a vida estudantil é vivida”.

“Toda a gente deve ter oportunidade de obter uma experiência internacional, sejam ricos ou pobres”, frisou Ricardo Morgado, presidente da Associação Académica de Coimbra (AAC), afirmando que a AAC luta “por melhores bolsas para se estudar no estrangeiro”.

Geovanna Romiti, estudante de 22 anos, do Brasil, presente na cerimónia, afirmou que escolheu Coimbra por “ser uma universidade com uma reputação de excelência”.

“A cidade é velha e muito bonita”, disse o estudante belga Jerden Beckstedde, enaltecendo Coimbra por ser “pequena e de estudantes”, semelhante à sua terra natal, Leuven.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com