Conecte-se connosco

Ensino

Enfermeiros de Coimbra reconhecidos por estudo internacional

Publicado

em

Três enfermeiros da Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem (UICISA: E), que é acolhida pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), foram distinguidos com um prémio de reconhecimento europeu pela participação no maior estudo internacional feito em 2021 sobre o impacto da COVID-19 nos serviços de saúde e no bem-estar da pessoa com necessidade de cirurgia.

Paulo Santos-Costa, Filipe Paiva-Santos e Cristina Costeira foram galardoados com o prémio “European Recognition of Nursing Excellence in Research during COVID-19”, atribuído pela Região Europeia da Sigma Theta Tau International – Sociedade Honorífica de Enfermagem, face ao contributo que deram para uma investigação científica que juntou 1677 serviços e departamentos cirúrgicos de 122 países (com uma amostra final de 142 815 pessoas), no âmbito da iniciativa Global Surg – COVIDSurg Week.

Os investigadores, também membros do capítulo Phi Xi da Sigma (constituído em 2011 na ESEnfC), lideraram uma das poucas equipas a nível internacional, no âmbito deste grupo, maioritariamente compostas por enfermeiros.

Dos resultados do estudo, com base nos dados recolhidos e já analisados (outros ainda estão a ser examinados para posterior publicação), destaca-se, por exemplo, a recomendação de «um intervalo igual ou superior a sete semanas para a realização de intervenção cirúrgica, dado o risco acrescido de mortalidade após infeção por COVID-19», sendo que, «caso a pessoa continue sintomática, este intervalo deverá ser prolongado e acompanhado pela equipa multidisciplinar até nova decisão de data», referem os enfermeiros da equipa de investigadores da UICISA: E.

Quanto ao «isolamento antes de cirurgias eletivas», ele «poderá estar associado a um aumento ligeiro do risco de complicações respiratórias pós-cirurgia» e «o aumento do período de isolamento não parece reduzir este risco».

Resultados informam decisores políticos, gestores em saúde e cidadãos

Outra conclusão do estudo dá conta de que os «utentes que irão realizar cirurgias com diagnóstico de infeção atual, ou recente, de SARS-COV-2 aparentam ter um risco acrescido de tromboembolismo venoso pós-operatório, quando comparados a utentes sem infeção prévia», referem Paulo Santos-Costa, Filipe Paiva-Santos e Cristina Costeira.

Os três investigadores da UICISA: E notam que esta «distinção atribuída pela Região Europeia da Sigma Theta Tau International pretende dar visibilidade aos contributos dos enfermeiros no âmbito da investigação realizada em altura de pandemia, com produção e disseminação de resultados que informem os decisores políticos, profissionais e gestores em saúde, assim como o cidadão, de modo a garantir uma prestação de cuidados mais segura, eficiente e de qualidade, numa altura tão atípica das nossas vidas».

Os enfermeiros a trabalharem em Coimbra destacam «o impacto» que a iniciativa Global Surg – COVID Surg Week, da responsabilidade do NIHR Health Research Unit on Global Surgery, tem tido, «em diretrizes e normas desenvolvidas por organizações internacionais como a Japanese Society of Anaesthesia, a American Society of Anaesthesiologists e a Royal Australasian College of Surgeons».

Além de Paulo Santos-Costa, Filipe Paiva-Santos e Cristina Costeira, outros enfermeiros, nas áreas da prestação clínica (Raluca Oaten, capítulo Phi Um – Inglaterra) e da docência (Alina Kushkyan, Arménia), mereceram esta distinção da Sigma.

Segundo a Escola de Enfermagem, os três investigadores agradecem o apoio concedido pelo Instituto Português de Oncologia de Coimbra Francisco Gentil, pela UICISA: E/ESEnfC e pelo capítulo Phi Xi da Sigma Theta Tau, para que esta colaboração fosse possível.

O capítulo Phi Xi, constituído em 2011, é composto por enfermeiros que se diferenciam pela excelência na área clínica, na educação, na investigação e na liderança em Enfermagem de instituições de saúde e ensino nacionais e internacionais.

Com sede nos Estados Unidos da América, a Sigma, fundada em 1922, é uma sociedade honorífica sem fins lucrativos, que desenvolve atividades com vista à melhoria da saúde das populações, através do desenvolvimento científico da prática de Enfermagem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link