Conecte-se connosco

Portugal

Enfermeiros com ações junto da população para alertar para os problemas laborais

Publicado

em

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) promoveu hoje em Bragança junto ao Centro de Vacinação uma ação de sensibilização junto da população para dar conta dos problemas laborais destes profissionais de saúde e fazê-los chegar à tutela.

“Reivindicamos a justa contagem de pontos para efeitos de progressão a todos os enfermeiros, a urgente contratação de enfermeiros com vínculo efetivo, a harmonização de direitos entre enfermeiros com vínculos contratuais diferentes, desde logo, pelo direito aos mesmos dias de férias e medidas de compensação do risco e penosidade da profissão, nomeadamente através da aposentação mais cedo”, disse à Lusa o responsável do SEP, na região de Trás-os-Montes e Beira Alta, Alfredo Gomes.

De acordo com o sindicalista, o presente contexto pandémico veio evidenciar e intensificar os vários problemas que já existiam no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

“Esta situação agravou-se, de forma preocupante, com atrasos na prestação de cuidados essenciais. Mas os cuidados de saúde são mais do que a resposta à pandemia de covid-19” e sentimo-nos injustiçados e exaustos”, a alertou Alfredo Gomes.

Para o dirigente sindical, há uma carência generalizada de enfermeiros há anos, tornada pública por nós, nunca foi colmatada e o recurso a horas extraordinárias que já era uma realidade nos serviços, mesmo antes da pandemia, é cada vez maior.

“O governo reconhece o esforço e dedicação dos enfermeiros, mas continua sem resolver problemas que se têm vindo a agravar”.

A contagem dos pontos para o descongelamento das progressões “já foi publicada na lei do Orçamento de Estado de 2018 e continua a haver milhares de enfermeiros que ainda não viram o seu reposicionamento nas suas carreiras”, alertou ainda o dirigente sindical.

“Já solicitámos uma reunião com o ministério da Saúde, para o início de setembro, para que o Governo cumpra os compromissos que assumiu com os enfermeiros”, vincou o sindicalista do SEP.

O SEP realizou a primeira ação de sensibilização em Bragança e tem agendados para as próximas duas semanas ações idênticas para continuar a alertar os portugueses para os problemas laborais que afetam os enfermeiros em Vila Real e Viseu, mas o protesto será feito por todo o país.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link