Conecte-se connosco

Desporto

Efapel-Glassdrive ambiciona vitória na Volta a Portugal em Bicicleta

Publicado

em

O diretor desportivo da renovada equipa de ciclismo Efapel-Glassdrive, Carlos Pereira, disse hoje que o grande objetivo para esta época é a conquista da Volta a Portugal.

“Os objetivos são sempre os máximos, porque temos de tentar justificar de alguma forma aquilo que nos mantém cá, que são os patrocinadores, e o objetivo é efetivamente ganhar a Volta a Portugal”, disse Carlos Pereira, no final da cerimónia de apresentação da equipa, em Serpins, no concelho da Lousã.

Com um orçamento de 350 mil euros, sensivelmente idêntico ao do ano passado, a equipa de 12 corredores apresenta-se bastante renovada, mantendo apenas três atletas da época anterior.

Carlos Pereira considera que “este grupo será o mais forte dos últimos anos, sem dúvida nenhuma”, por se tratar de um lote de corredores muito homogéneo.

“Quando faço uma equipa, faço-o com a consciência de querer fazer melhor, se vão sair cinco ou entrar oito isso a mim nunca me preocupou muito. Penso que este é o ano da maior renovação, mas não dou especial atenção a isso”, sublinhou.

Entre os reforços encontram-se Ricardo Mestre, último português a vencer a Volta a Portugal, em 2011, e o espanhol Vítor de La Parte, que conquistou o ano passado a Volta à Argélia e foi quarto na Volta à Bulgária.

“Ricardo Mestre é o líder para a Volta, vamos ver se corresponde, mas temos outros atletas capazes de chegar à hora e estarem presentes como o Jóni Brandão e o Vítor de La Parte, que têm muito, muito valor”, frisou o diretor desportivo da Efapel-Glassdrive.

A apresentação da equipa decorreu hoje ao final da tarde em Serpins (Lousã), nas instalações da unidade da empresa Efapel, maior produtora nacional de componentes elétricos, que exporta para 53 países.

O calendário deste ano inicia-se no próximo domingo, em Anadia, com a Prova de Abertura, seguindo-se de 19 a 23 de fevereiro a Volta do Algarve, competição em que a Efapel-Glassdrive quer “ficar nos lugares da frente”, segundo Carlos Pereira.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link