Coimbra

“A avó tem conhecimento que completa o da pesquisa do tablet”

Notícias de Coimbra | 8 anos atrás em 03-10-2016

“A avó tem conhecimento que completa o da pesquisa do tablet.” Esta foi uma das ideias do deputado e investigador em educação, Porfírio Silva, que se destacou nas Conferência da Serra sobre Territórios da Educação, Cultura e Saberes, no auditório da EB1, da Lousã, a 1 de outubro.

PUBLICIDADE

castelo lousã2

Os alunos hoje gostam de tudo na escola, só não gostam das aulas. Há um problema de estrutura na aprendizagem. Tem de haver um processo de “sofrimento”, por exemplo no ato de ler, para depois ter um resultado. Por outro lado, há um problema de dispersão, as pessoas não são capazes de estar em rede, de trabalhar socialmente. A solução não está nas tecnologias. Temos de saber que a avó sabe coisas que não me aparecem na pesquisa no tablet”.

PUBLICIDADE

Porfírio Silva, deputado à Assembleia da República e membro da Comissão Parlamentar de Educação,acrescenta:

Precisamos de voltar a construir as redes sociais para além da tecnologia. O aluno tem de voltar a considerar o seu colega, os pais, a comunidade, os presidentes de junta como elementos da sua rede. Mas temos de ser oportunistas, no sentido de aproveitarmos a tecnologia para levar o que está a acontecer para as aulas.  Temos de ser capazes de interpretar a capacidade da escola para fazer de todos cidadãos mais intervenientes.” 

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

João Pedroso, professor universitário e investigador no Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra disse durante a sessão:

Falo como pai, porque tive um laboratório nos últimos 12 anos: o meu filho acaba de entrar para a universidade. A escola hoje é muito mais competente na variedade dos temas, na multidisciplinaridade, mais preocupada com a atividade dos pais e com o futuro dos filhos. Se eu escrevesse um livro sobre educação seria um elogio à escola pública.”

A diretora da Escola Profissional da Lousã, Patrícia Duarte, apresentou o novo projeto educativo para a EPL, lembrando que a utilização da tecnologia é fundamental como instrumento educativo, muito particularmente nesta escola de ensino profissional que se pretende tornar uma referência como escola de artes e tecnologias ao nível regional no território da Serra da Lousã.

O presidente da Junta de Freguesia de Lousã e Vilarinho, António Marçal, reiterou a importância do debate de temas centrais na sociedade e da participação dos cidadãos nas Conferências da Serra, desta feita num tema tão fundamental como a educação e a transmissão dos saberes.

A próxima Conferência da Serra, sobre os Territórios da Politica e da Liberdade, a 15 de Outubro, será um momento alto de reflexão sobre a afirmação de modelo democrático, limites da democracia e da liberdade vs direitos cívicos, movimentos sociais e influências nos poderes e na política, o voto: dever ou obrigação e papel local para a afirmação democrática.

António Arnaut, Jaime Ramos, Daniel Adrião e José Manuel Pureza são os conferencistas da terceira sessão das Conferências da Serra, no Hotel Palácio da Lousã, que vão lançar o debate político, sob a moderação de António Marçal, autarca, sindicalista, oficial de justiça, licenciado em Filosofia e em Direito.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE