Cidade

E se a escola do namoro formasse profissionais em violência?

Notícias de Coimbra | 9 anos atrás em 12-02-2015

Cerca de três centenas de jovens, na sua maioria universitários e pré-universitários, participaram hoje em Coimbra no seminário intitulado “E se a escola do namoro formasse profissionais em violência?”, que se realizou no Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra.César Santos e João Pinheiro 2 (1)

PUBLICIDADE

O seminário foi organizado pelo Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, IP, em parceria com a Universidade de Coimbra e a Associação Académica de Coimbra, no âmbito do V Plano Nacional de Combate à Violência Doméstica e do Género (2014-2017) e tendo como pano de fundo o Dia dos Namorados.

Presente na sessão de abertura, Brízida Martins, presidente do INMLCF, justificou a realização do evento com a  “contiguidade física com a Universidade e a proximidade do dia 14 de Fevereiro, dia de S. Valentim, ou seja, dos namorados, foram pretextos que rapidamente nos aconselharam e serviram de pretexto para a escolha da temática que hoje aqui nos congrega: a violência no namoro.”

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Recoardou que “há cerca de 35 anos numa aula de Ciências Jurídicas aqui ao lado, na Faculdade de Direito, o Sr. Professor Figueiredo Dias, num tom desafiante, perguntava-nos se algum dos presentes nunca tinha cometido um crime ou uma transgressão. Talvez porque atónitos e surpresos, verdade é que nenhum de nós respondeu afirmativamente. Frontal, como sempre, retorquiu: «Bem, então vamos ter uma aula entre criminosos!»”

PUBLICIDADE

Em actualização

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE