Conecte-se connosco

Coimbra

É preciso teste covid para ver Andrea Bocelli em Coimbra?

Publicado

em

O Estádio Cidade de Coimbra vai acolher os primeiros concertos com multidões nestes tempos de pandemia. A organização estima que 26 000 pessoas vão participar nos espectáculos de Andrea Bocelli nos dia 25 e 26 de junho.

Ontem,  soubemos que passa a ser “obrigatória” a realização de testes à covid-19 nos eventos culturais, quando o número de espectadores for superior a mil, em espetáculos ao ar livre (em Coimbra vão estar 13 000 por dia), e a 500, em espaços fechados, mas há exceções.

De acordo com a Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC), “para os eventos de natureza cultural, cuja venda de bilhetes já se encontre iniciada à data da atualização da norma em questão [com mais de mil espectadores em espaços ao ar livre e mais de 500 em espaços fechados], é recomendado que o promotor avalie a possibilidade da realização de rastreios.

Sabendo-se que os ingressos para os dois concertos de Andrea Bocelli  começaram a ser comercializados antes da publicação da norma 019/2020, fica-se com a sensação que não será necessário apresentar teste negativo para entrar no Estádio Cidade Coimbra, mas Notícias de Coimbra (NDC) quis ouvir a opinião das entidades envolvidas no evento.

Questionada por NDC, a Memories of Tomorrow – Espetáculos e Entretenimento (MOT),  promotora do evento respondeu que “após publicação da norma 019/2020, e considerando que os concertos se realizarão dentro de uma semana, a MOT avaliou a possibilidade da realização de rastreios laboratoriais e concluiu não ser possível a sua concretização, nos termos da alínea C) do art.º 24 da referida norma”,

Nessa alínea podemos ler:  Para os eventos de natureza cultural, cuja venda de bilhetes já se encontre iniciada à data da atualização da presente Norma, sempre que o número de participantes/espectadores corresponda aos indicados na alínea anterior, é recomendado que o promotor avalie a possibilidade da realização de rastreios laboratoriais.

A MOT afiança que “nestes termos, não será exigida a apresentação de um teste à covid-19 negativo à entrada dos concertos de Andrea Bocelli em Coimbra, previstos para os dias 25 e 26 de junho de 2021”.

A organização recomenda “que sejam cumpridas todas as regras aprovadas pela DGS para este espetáculo e que, caso seja possível, o público possa, querendo, realizar um teste à covid-19 como medida extra de mitigação”.

A Administração Regional de Saúde do Centro, que tem o dever de esclarecer o público, não respondeu às nossas perguntas. A Câmara Muncipal de Coimbra  remeteu-nos para a MOT.

Recordamos que o secretário de Estado Adjunto e da Saúde disse ontem que os promotores de eventos têm o dever de recomendar a testagem e o poder de impedir a entrada a quem não fizer teste.

“Há aqui uma forte recomendação e há aqui um dever por parte dos agentes promotores para que se possa testar toda a gente que vá a um evento, portanto, as pessoas quando vão a um evento têm de ser testadas e o promotor com certeza que deve impedir a pessoa de participar no evento se não estiver testada”, disse aos jornalistas António Lacerda Sales.

Neste sentido, acrescentou que são também “uma entidade fiscalizadora e por isso é que é corresponsabilidade do promotor”, apesar de defender que cada um dos cidadãos é responsável por si e pelos outros.

“Os promotores devem, e por isso é que é fortemente recomendativo, a palavra é explicita, e se olhar para a resolução do Conselho de Ministros, o ponto número três diz lá devem e a palavra em português é bem explicita. Devem promover esta testagem”, sublinhou o governante.  

Coimbra foi a cidade escolhida para este regresso a Portugal de uma das vozes mais conceituadas de sempre, num espetáculo que a produtora MOT promete ser inigualável, adiantando que Bocelli vai partilhar o palco com uma orquestra de 70 músicos de todo o país, um coro de 60 vozes de Coimbra (do Coro dos Antigos Orfeonistas de Coimbra, do Coro Misto da Universidade de Coimbra e do CoroCoimbra Vocal) e também com a sua convidada especial, a fadista Mariza”, avança a CMC.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com