Partidos

Duas mais um igual a BE

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 06-05-2014

O Bloco de Esquerda vai ter uma presença regular dos coordenadores ao longo da campanha para as eleições europeias, aumentando a aposta numa agenda B, não mediática, que será protagonizada pelos independentes que compõem a lista.

PUBLICIDADE

Em antecipação à agência Lusa, o diretor de campanha do Bloco de Esquerda, Jorge Costa, explicou que foi planeado um trajeto de campanha que deixasse “uma pegada ecológica mais reduzida”, sendo os principais dados jogados nas grandes cidades, mas sem esquecer o interior.

De acordo com a direção de campanha, devido à elevada presença de independentes na lista às europeias de dia 25 de maio, o partido apresenta como novidade a aposta mais forte na agenda B, uma agenda não mediática, que será especialmente protagonizada por estes elementos que vêm de fora do meio partidário.

PUBLICIDADE

Os bloquistas optaram ainda por uma presença regular dos coordenadores do partido João Semedo e Catarina Martins ao lado da cabeça de lista às eleições europeias, Marisa Matias.

“O Bloco de Esquerda já tem estado na estrada e a Marisa Matias já visitou praticamente todos os distritos, incluindo os do interior, e também as regiões autónomas”, disse Jorge Costa.

PUBLICIDADE

Ainda antes do calendário oficial – a campanha arranca formalmente segunda-feira – o Bloco de Esquerda terá no sábado à noite um jantar em Setúbal, que será um dos primeiros momentos altos da corrida eleitoral, voando o dia seguinte até à Madeira.

Mantendo a tradição de fechar a campanha no Porto – para dia 23 está agendado um jantar de encerramento na Alfândega –, destaque para um momento importante, no dia 17 de maio – data que o Governo tem apontado para o encerramento do programa de ajustamento – onde um comício bloquista no Largo de S. Domingos, em Lisboa, servirá de “resposta ao foguetório do Governo”.

No arranque oficial, na segunda-feira, o Bloco estará no distrito de Santarém, tendo um comício marcado para a noite, em Tomar.

A caravana segue no dia 13 para Torres Novas e Évora, onde haverá um jantar.

Depois de dois dias entre Lisboa e Setúbal, o partido dedica o 16 inteiramente ao Algarve, fechando a jornada com um comício no Instituto da Juventude.

Depois da primeira semana dedicada ao Sul do país, o Bloco começa a subir rumo a Norte no dia 18 de maio – no qual passa por Peniche, Caldas da Rainha e Porto – dedicando o 19 ao distrito de Aveiro.

No dia 20 tempo para o distrito de Braga, rumando no dia seguinte de novo ao Sul, onde termina com um jantar na Costa da Caparica.

Antes do encerramento no Porto, o dia 22 é dedicado inteiramente ao distrito de Coimbra.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE