Cidade

Twiit com proposta à In Tocha para o Cartola

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 06-10-2014

|EXCLUSIVO NDC |

PUBLICIDADE

8  empresas candidatam-se à exploração do espaço onde existiu o Café Cartola.  NDC assistiu à abertura de propostas do concurso público,  esta segunda-feira, na Câmara Municipal de Coimbra

A Vozes Famosas,  empresa do dono do Twiit, que no concurso que foi anulado tinha sido a empresa com a proposta financeira mais vantajosa, subiu a “parada”, passando dos anteriores 12 000,00€ para 13 569, 99€, continuando assim a ser o que oferece mais dinheiro, indicando um valor próximo dos 15. ooo,00€ que a GoodVibes(o anterior concessionário, despejado pela CMC) não conseguiu pagar.

PUBLICIDADE

O 2º concorrente a elevar a fasquia é o do projecto Honoratos, que aposta nos hambúrgueres e gins. Desta vez, concorre através da sociedade Fantástico Veloz, adiantado o valor de 13 0000, oo€, quando no concurso anulado e  através da RC Sanches, não tinha ido além dos 6 250,00€.

A Port of King, de Tomás Ramalho, ligado ao In Tocha, é a grande surpresa deste concurso. Oferece 12 000, 00€ para regressar à actividade em Coimbra.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A 4ª melhor proposta é da repetente Prhases In Blues, que indica o valor de 9150,00€.

O Tapas, que anteriormente tinha concorrido com a Marques & Conceição, volta apresentar essa candidaturacom o mesmo valor (8 888, 88€), mas oferece mais 2 cêntimos,  com uma segunda oferta através da Receita Integral (8 888,90€).

A 7ª melhor proposta é dos estreantes  Antunes e Coroa, com sede em Góis, que  concorre com 7000, 00€.

A BE – Cidade Desperta, apesar de ter aumentado o valor em relação ao que ofereceu da primeira vez, surge em último lugar com 5 850,00€.

Lembramos que neste procedimento o factor preço tem uma ponderação de 70%,  a variedade e qualidade dos produtos prestados vale 20% e a qualidade e  originalidade do conceito fica com os últimos 10%, pelo que o concorrente que oferece mais dinheiro pode não ser o vencedor.

PROPOSTAS APRESENTADAS

Vozes Famosas: 13 569, 99€, Fantástico Veloz: 13 000,00€, Port Of King: 12 000,00, Receita Integral: 8 888,90€,  Marques & Conceição: 8 888, 88€,   PIB: 9 150,00€,  Antunes e Coroa: 7000, 00€, BE – Cidade Desperta: 5 850,00€.

Recordamos que no concurso anulado tinham estado 15 empresas, que tinham apresentados estes valores: Vozes Famosas: 12 000.oo Euros. Marques & Conceição: 8 888.88, Leoval: 8 500.00, Requintobrigatório: 8300.oo, Adérito Fernandes & Marques: 8000.oo, Phrases in blues: 7 150.oo, Números Boémios: 6750.oo, R.C. Sanches: 6250.oo, Paulo Anes: 5511.00, Pais Correia: 5274.oo, Oliveira & Rosas: 5050.00, Cidade Desperta:4 850.00, Turismor: 4102.50, Ana Sara e Pedro Alexandre: 4000.00 e Iguarias Sábias: 3500.00.

Regista-se assim que Leoval, Adérito Fernandes & Marques, Números Boémios, R.C Sanches, Paulo Anes, Pais Correia, Oliveira & Rosas, Turismor, Ana Sara e Iguarias Sábias desistiram de ir a esta “segunda volta”.

Já a a RequinteObrigatório, que, segundo o parecer do jurista da Câmara Municipal de Coimbra que levou à anulação do anterior concurso, aparecia em primeiro lugar, depois da exclusão da Vozes Famosas, por estaal apresentar proposta fora de prazo, informa-nos que “não desistiu de nada e exactamente por não ter desistido é que não concorreu, tendo entregue o o caso aos seus advogados  que contestaram em Tribunal a decisão do município”. “Concorrer a este concurso era aceitar as “vigarices” do anterior e isso não aceito”, declarou o gerente João Francisco Campos.

O júri nomeado pela CMC é o mesmo, sendo presidido por António Carvalho (chefe do Departamento de Património e Aprovisionamento), Ana Malho (ex-Directora de Recursos Humanos Apoio Jurídico e Administrativo) e pela técnica superior Dora Santana.

Será este mesmo trio que terá de emitir um projecto de decisão final,  analisando as propostas e classificando os concorrentes de acordo com as normas estipuladas no caderno de encargos, para que depois o executivo municipal possa decidir se aceita o nome proposto para a concessão do já saudoso Cartola.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE