Conecte-se connosco

Mundo

Dois homens acusados da morte de 53 migrantes em atrelado nos Estados Unidos

Publicado

em

Um júri federal em San Antonio, no estado norte-americano do Texas, acusou na quarta-feira dois homens de crimes relacionados com a morte, em junho, de 53 migrantes num camião abandonado.

O motorista do camião, Homero Zamorano Jr., 46, e Christian Martinez, 28, ambos de Pasadena, Texas, foram acusados de transporte e conspiração para transportar migrantes ilegalmente, resultando em morte ou em ferimentos graves.

O camião transportava mais de 60 migrantes trancados no atrelado. Entre as 53 vítimas mortais, 27 eram do México, 14 das Honduras, sete da Guatemala e duas de El Salvador, sendo que três pessoas ainda não foram identificadas.

Ambos os acusados permanecem sob custódia federal, sem direito a fiança, enquanto aguardam julgamento.

Caso sejam considerados culpados, os dois homens podem ser condenados a penas de prisão perpétua, embora o Ministério Público possa também pedir a pena de morte.

O incidente aconteceu numa remota estrada secundária de San Antonio em 27 de junho. A polícia encontrou o camião perto da base aérea de Lackland, num local onde os veículos param para descarregar os migrantes depois de atravessarem ilegalmente a fronteira.

As pessoas que seguiam no atrelado estariam envolvidos numa alegada tentativa de tráfico de migrantes para os Estados Unidos.

Os migrantes estiveram trancados no atrelado durante várias horas, com temperaturas a rondar 40.º Celsius.

Foi a maior tragédia a envolver migrantes traficados através da fronteira entre o México e os Estados Unidos.

As autoridades norte-americanas detetaram quase 240 mil migrantes em maio, um aumento de um terço em relação a igual mês de 2021.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com