Conecte-se connosco

CHUC

Doentes internados no CHUC já podem ter visitas

Publicado

em

No passado dia 12 do mês de março, o Conselho de Administração (CA) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) tomou um conjunto de medidas no sentido de reforçar a segurança de utentes, visitantes e profissionais, face ao período pandémico em curso, suspendendo temporariamente as visitas a doentes internados.

Imagem ilustrativa

Mantendo como princípio primordial a segurança dos doentes e dos profissionais, bem como a salvaguarda da saúde pública, o Conselho de Administração do CHUC definiu os moldes em que podem ocorrer as visitas aos doentes internados, bem como os acessos a cada um dos pólos do CHUC.

Assim, o CA do CHUC deliberou, no passado dia 6 de julho, que todos os serviços podem autorizar as visitas de carácter excepcional, a qual deve ser solicitada pela família ao director do serviço/médico assistente (especialista responsável) ou enfermeiro gestor. Uma vez autorizada a visita será definida a sua duração e hora para que seja permitido o acesso à unidade de internamento.

Aos familiares será efetuado um pequeno questionário epidemiológico e fornecidas orientações para a visita ao doente, designadamente:

presença de sinais e sintomas da Covid-19 – caso a resposta seja positiva é inviabilizada a visita ao doente ;

utilização de máscara do tipo cirúrgico durante a sua presença no interior da Instituição – se não tiver é-lhe fornecida uma;

 higienização das mãos com solução antissética à entrada da Instituição e antes e após a visita ao;

uso de bata de proteção – a ser fornecida antes de entrar no quarto do doente – não sendo necessário o uso de luvas;

após a visita ao doente, deve abandonar a Instituição.  

A entrada das visitas processa-se da seguinte forma:

Hospitais da Universidade de Coimbra, Hospital Geral, Maternidade Bissaya Barreto e Maternidade Daniel de Matos, pela entrada principal.

Hospital Pediátrico, pela entrada das consultas externas.

Para os Blocos de Celas e Hospital Sobral Cid, devem dirigir-se a cada pavilhão.  

O dever cívico de todos os cidadãos no cumprimento destas medidas de protecção da Covid-19, constitui-se como um contributo fundamental, não apenas na autoproteção, como também para proteção de todos.  

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com