Saúde

Doença Inflamatória Intestinal afeta cerca de 25.000 pessoas. A previsão é que o número aumente

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 18-05-2024

A doença inflamatória intestinal (DII) afeta atualmente cerca de 25.000 pessoas em Portugal, um número que se prevê que venha a aumentar significativamente até 2030, de acordo com dados recentes.

PUBLICIDADE

Fernando Magro, médico gastroenterologista e Presidente da European Crohn’s and Colitis Organisation (ECCO) explica que “existem doentes que não respondem aos tratamentos convencionais, pelo que é fundamental que tenham acesso a fármacos biológicos, capazes de tratar a DII de forma a evitar complicações graves, que têm consequências como a necessidade de cirurgia e eventual perda de parte dos intestinos”.

Ainda não há uma cura conhecida para a doença inflamatória intestinal, e o tratamento concentra-se principalmente na redução dos sintomas e na procura da remissão a longo prazo.

PUBLICIDADE

Os sintomas desta doença têm um impacto enorme na qualidade de vida dos doentes e tem grandes repercussões no bem-estar físico e emocional, tornando a gestão das atividades diárias bastante desafiante e por vezes impossível. Embora a doença inflamatória intestinal possa afetar pessoas de todas as idades, é mais comum entre os 15 e 40 anos, havendo, no entanto, cada vez mais doentes a serem diagnosticados numa idade mais jovem.

Além dos desafios enfrentados pelos doentes, esta doença também representa um ónus significativo para o Sistema Nacional de Saúde. Estima-se que o custo total em Portugal seja de 146 milhões de euros por ano, com custos diretos a representarem 59% desse valor. Custos que incluem consultas médicas, visitas à urgência, hospitalizações e cirurgias, e aos quais se juntam custos indiretos, como perda de produtividade e reforma antecipada, e que representam os 41% restantes.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A doença inflamatória intestinal engloba duas formas principais: a doença de Crohn e a colite ulcerosa. Esta condição crónica é caracterizada pela inflamação persistente do trato gastrointestinal, resultando numa série de sintomas debilitantes. Tanto na doença de Crohn como na colite ulcerosa, o sistema imunitário não funciona corretamente, levando o corpo a atacar-se a si próprio, causando inflamação e úlceras .

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE