Conecte-se connosco

Portugal

Dispositivo de combate a incêndios apresentado hoje em Castanheira de Pera

Publicado

em

O Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) deste ano, que conta com um aumento de 7% de operacionais num total de 12.917 elementos na fase mais crítica, vai ser hoje apresentado em Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.

A apresentação do DECIR é da responsabilidade da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), numa cerimónia que conta com a participação do ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro.

A diretiva operacional nacional (DON), que estabelece o DECIR, refere que em todas as fases de empenhamento de meios, cujo primeiro reforço acontece no domingo, há um aumento de operacionais e viaturas, mantendo-se os meios aéreos em igual número a 2021.

Segundo a DON, o dispositivo terrestre contará com 12.917 elementos, 3.062 equipas e 2.833 viaturas durante o período de maior empenhamento, entre 01 de julho e 30 de setembro, denominado Nível IV.

Em 2021, o número de operacionais que estiveram envolvidos no combate aos incêndios entre julho e setembro cifrou-se nos 12.058, significando que este ano há mais 850 elementos para o combate aos fogos.

O primeiro reforço de meios no âmbito do DECIR acontece no domingo, em que vão estar no terreno 9.630 elementos e 2.165 veículos dos vários agentes presentes no terreno.

Os meios de combate a incêndios voltam a ser reforçados a 01 de junho, mas é entre julho e setembro que o dispositivo está na sua máxima capacidade, voltando depois a serem reduzidos a partir de outubro.

Em relação ao dispositivo aéreo, o DECIR 2022 contará com 14 meios aéreos em permanência, que aumentam para 37 aparelhos entre 15 a 31 de maio, passando a contar na capacidade máxima, entre 01 de junho e 15 de outubro, com 60 meios.

Quarenta e um meios aéreos estarão disponíveis entre 16 e 31 de outubro.

Além da apresentação do dispositivo que assegura a mobilização, prontidão, empenhamento e gestão de todos meios disponíveis este ano, na cerimónia de hoje vão ser homenageados e condecorados aqueles que diariamente servem a causa pública, no domínio da proteção civil.

Dados provisórios do ICNF indicam que até hoje deflagraram 3.093 incêndios rurais, que provocaram 9.781 hectares de área ardida, 76% dos quais em matos.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link