Coimbra

Dirigente do CDS pede demissão por causa da lista de deputados

Notícias de Coimbra | 9 anos atrás em 31-07-2015

A vinda de pessoas de fora para as listas de candidatos a deputados pelo PS, PSD e CDS  em Coimbra está a ser contestada por muitos militantes e dirigentes locais, mas, como quase sempre nesta cidade, poucos têm coragem de se manifestar publicamente ou de colocar os seus lugares à disposição dos dirigentes nacionais.

PUBLICIDADE

No entanto, há excepções,  pois Notícias de Coimbra sabe que Rui Nuno Castro (RNC) acaba de apresentar o pedido de demissão da Comissão Política Distrital do CDS ao Sampaio Nora (presidente da mesa da AG), “em resultado dos recentes acontecimentos relacionados com designação dos nomes para a lista de Coimbra da coligação”.

PUBLICIDADE

Rui Nuno Castro, que estava igualmente delegado como Coordenador Distrital Digital da campanha, também estará indisponível para desempenhar esse papel.

PUBLICIDADE

publicidade

Esta tomada de posição, que RNC considera  simbólica, “serve para alertar consciências para os problemas que agora se tornam bem evidentes com esta desvalorização sumária da estrutura distrital”.

Recordamos que, tal como NDC avançou em primeira mão, a quota do CDS num lugar supostamente elegível (5º) foi preenchida com a inclusão do liminiano Miguel Pires da Silva, Presidente da JP, enquanto Paulo Almeida, Presidente da Distrital centrista de Coimbra, aparece como o último representante do partido de Portas na coligação PAF.

PUBLICIDADE

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com