Conecte-se connosco

Política

Direção do PS confia que Francisco Assis vai ser reeleito presidente do CES

Publicado

em

O secretário-geral adjunto do PS desvalorizou hoje a ausência de Francisco Assis nas listas socialistas de candidatos a deputados, dizendo estar confiante na sua reeleição como presidente do CES, que considerou uma das funções públicas mais relevantes.

Esta posição foi assumida por José Luís Carneiro em conferência de imprensa, após a Comissão Política Nacional do PS ter aprovado com 83% dos votos as listas de candidatos a deputados, das quais o antigo líder parlamentar socialista não faz parte.

Questionado sobre a ausência do atual presidente do Conselho Económico e Social (CES) nas listas de candidatos a deputados, depois de o próprio Francisco Assis se ter manifestado disponível para as integrar, o secretário-geral adjunto do PS respondeu: “Os socialistas querem continuar a contar com o prestígio político e cívico de Francisco Assis”.

“Não é apenas no parlamento que se serve o interesse público nacional”, argumentou.

Francisco Assis, segundo José Luís Carneiro, “é uma personalidade por quem os militantes, os simpatizantes e muitos cidadãos para além do PS têm uma grande simpatia”.

“Francisco Assis mereceu uma confiança de dois terços da Assembleia da República para desempenhar uma das funções mais relevantes da vida pública nacional: a presidência do CES”, salientou.

De acordo com o “número dois” da direção do PS, Francisco Assis “tem vindo a desenvolver um trabalho para transformar o CES, dando-lhe um novo impulso”.

“Temos a firme convicção de o serviço público de Francisco Assis na presidência do CES vai merecer a confiança e a concordância dos parlamentares que vierem a ser eleitos no dia 30 de janeiro”, acrescentou.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link