Conecte-se connosco

Desporto

Dinamarca retira-se do Algarve Cup devido a surto de covid-19

Publicado

em

A seleção dinamarquesa de futebol feminino anunciou hoje a retirada prematura da 28.ª edição da Algarve Cup, depois de ter sido detetado um surto com quatro casos de covid-19 na equipa.

A Federação de Futebol da Dinamarca invocou, em comunicado, “razões de saúde e segurança de jogadoras e ‘staff’”, depois do aparecimento, esta quinta-feira, de um surto de covid-19 no conjunto que se tinha estreado na Algarve Cup com um desaire (0-1), na quarta-feira, frente à Itália.

O selecionador Lars Sondergaard é uma das quatro pessoas infetadas, todas em isolamento, enquanto a restante comitiva viajará para casa na sexta-feira, em voo fretado.

O jogo entre Suécia e Dinamarca, que estava marcado para sexta-feira, no Estádio Algarve, foi cancelado e os três pontos e vitória por 3-0 atribuídos às suecas, de acordo com o regulamento do torneio.

A seleção da Suécia passa a liderar a Algarve Cup, com os mesmos pontos de Portugal e Itália, antes de defrontar a seleção portuguesa no domingo, no Estádio Algarve, às 17:05.

Face a esta alteração, a organização da Algarve Cup informou que, no dia 23 de fevereiro, haverá dois jogos, ambos com a duração de 90 minutos e início marcado para as 11:00.

As duas formações com melhor pontuação no encerramento da segunda jornada disputarão a final, no Estádio Municipal de Lagos, e as outras duas o jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares, no Estádio Algarve.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade