Conecte-se connosco

Cinema

Dias do Cinema Português regressam a Berlim com mais filmes para ver em novembro

Publicado

em

A mostra Dias do Cinema Português em Berlim regressa em novembro, depois de um ano de pausa por causa da pandemia de covid-19, com mais sessões distribuídas por todo o mês.

No total são 16 filmes de vários géneros e temas, muitos deles já premiados, uma homenagem à atriz Fernanda Lapa, que morreu a 06 de agosto de 2020, e ainda uma conferência que assinala os 500 anos da primeira viagem de circum-navegação.

A responsável pela iniciativa e presidente da Associação 2314, Helena Araújo, admite que a preparação não foi fácil devido às limitações e incertezas causadas pela situação atual, o que implicou “assumir vários riscos”.

“Foi complicado, porque não sabemos nunca o que vai acontecer na semana seguinte. […] Foi navegação à vista, temos as despesas, mas não sabemos se vamos mesmo conseguir mostrar os filmes. Neste momento estamos muito otimistas, penso que isto vai mesmo para a frente”, revelou, em declarações à agência Lusa.

A mostra abre no dia 02 de novembro com o filme “Variações”, de João Maia, uma cinebiografia de António Variações, cantor português e ícone gay dos anos 1980.

“A escolha dos filmes foi complicadíssima, porque como parámos um ano, havia muitos filmes para escolher e é muito difícil deixar alguns dos que gostamos de fora. Foi difícil escolher por termos tanta oferta. O resultado é um programa muito grande, que nos dá muita satisfação”, assumiu Helena Araújo.

Para permitir ao público ver vários filmes, o período em que estes serão exibidos vai ser distribuído por todo o mês de novembro, principalmente às segundas e quartas-feiras.

“As pessoas estão com vontade de ter cultura, mas não saem. As salas continuam a não encher, voltou a haver oferta cultural, mas as salas continuam relativamente vazias. […] Parece-me que as pessoas estão com vontade, mas com medo ao mesmo tempo”, acrescentou a presidente da Associação 2314.

Um dos filmes “Tristeza e alegria na vida das Girafas”, de Tiago Guedes, uma comédia dramática sobre uma menina de 10 anos que atravessa Lisboa para ir pedir ajuda ao primeiro-ministro, acompanhada pelo seu urso de peluche, terá uma sessão especial para alunos de português de uma escola de Berlim.

Fora da programação principal está uma secção especial comemorativa aos 500 anos da primeira viagem de circum-navegação, com o filme “Henrique de Malaca – Um Malaio e Magalhães”, que explora a possibilidade de ter sido afinal um malaio a primeira pessoa a completar a volta ao mundo. Depois da exibição haverá uma sessão com o realizador Pedro Palma e o historiador Paulo Jorge de Sousa Pinto.

“O Filme do Bruno Aleixo”, de João Moreira e Pedro Santo, “O Labirinto da saudade”, de Miguel Gonçalves Mendes, “Se o Mar deixar”, de Luís Alves de Matos, “Patrick”, de Gonçalo Waddington, “Cuidado”, de Sebastião Salgado, “Tio Tomás, a contabilidade dos dias”, de Regina Pessoa, “Technoboss”, de João Nicolau, “Amor Fati”, de Cláudia Varejão, “Natureza Morta”, de Bruno Fraga Braz, “Mosquito”, de João Nuno Pinto, “28 de Outubro”, de Tiago Albuquerque, “A metamorfose dos pássaros”, de Catarina Vasconcelos, e “Ursula”, de Eduardo Brito, completam a programação.

A mostra começa a 02 de novembro no cinema Movimento na capital alemã.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link