Crimes

Detido suspeito de incêndio que teve origem numa queimada “não autorizada” que se descontrolou

Notícias de Coimbra com Lusa | 1 ano atrás em 30-05-2023

A GNR deteve um homem de 42 anos, por suspeita de incêndio florestal, no concelho de Seia, distrito da Guarda, que terá tido origem numa queimada “não autorizada” que se descontrolou.

PUBLICIDADE

Segundo o Comando Territorial da GNR da Guarda, o homem foi detido na sexta-feira através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) de Gouveia.

“No seguimento de um alerta, os elementos do SEPNA deslocaram-se de imediato para o local onde apuraram que o incêndio teve origem numa queimada, não autorizada, que se descontrolou, provocando um incêndio que consumiu herbáceas e vinha”, adiantou a GNR em comunicado.

PUBLICIDADE

Na sequência das diligências policiais, o suspeito foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Seia.

O Comando Territorial da GNR da Guarda informou que desde o início do ano “já identificou 23 suspeitos de incêndios florestais, três dos quais foram detidos em flagrante”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A GNR relembrou na nota que as queimas e as queimadas “são das principais causas de incêndios em Portugal”.

“A realização de queimadas, de queima de amontoados e de fogueiras é interdita sempre que se verifique um nível de perigo de incêndio rural ‘muito elevado’ ou ‘máximo’, estando dependente de autorização ou de comunicação prévia noutros períodos”, alertou.

Para evitar acidentes, a GNR pede aos cidadãos que sigam as regras de segurança, estejam sempre acompanhados e levem consigo o telemóvel.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE