Conecte-se connosco

Política

Deputada Cristina Rodrigues defende fim do estado de emergência

Publicado

em

A deputada não inscrita Cristina Rodrigues defendeu hoje que o estado de emergência não deve ser renovado, considerando que “está na altura de fechar” esse capítulo, e pediu que o ritmo não vacinação não abrande.

“Considero que estamos numa fase em que podemos afirmar que está na altura de fechar este capítulo que, por um lado, foi fundamental do ponto de vista da saúde pública, mas, por outro, muito exigente a nível financeiro para as empresas e famílias”, advogou a deputada numa nota enviada à agência Lusa.

Na sua perspetiva, “a declaração do estado de emergência deve ter um caráter excecional dadas as implicações inevitáveis ao nível da restrição de direitos, liberdades e garantias”.

“Devemos, por isso, determinar o fim do estado de emergência e assegurar um acompanhamento contínuo dos dados relativos ao número de contágios e sensibilizar os cidadãos para a necessidade de manter os cuidados de higiene e distanciamento”, salientou.

Na nota enviada aos jornalistas, Cristina Rodrigues (ex-PAN) considerou igualmente que “o ritmo da vacinação não pode abrandar, pois caso contrário podem-se estar a comprometer vidas, atrasar a tão necessária imunidade de grupo e ainda agravar a situação financeira do país” e pede aos portugueses que continuem “a adotar comportamentos responsáveis devido à situação que se continua a viver no país”.

A deputada não inscrita assinalou ainda que, “apesar desta situação já estar prevista em portaria publicada há um mês, a verdade é que ainda não se procedeu ao alargamento dos horários das consultas de cuidados de saúde primários no período noturno e sábado de manhã”.

“Ora não basta estar no papel, é urgente que o Governo não descure a necessidade da retoma das consultas presenciais, nomeadamente nos centros de saúde”, frisou.

O deputado da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, afirmou hoje que o Presidente da República não vai propor a renovação do estado de emergência para fazer face à pandemia de covid-19.

O Presidente da República vai falar ao país hoje, pelas 20:00, depois de ouvir os partidos sobre o possível fim do estado de emergência, que já disse esperar que terminasse no fim deste mês.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com