Conecte-se connosco

Empresas

Critical Software vai ajudar a limpar o Espaço

Publicado

em

Critical Software, empresa internacional de tecnologia e software para sistemas críticos, faz parte do consórcio da ClearSpace, que conta com nove empresas, e que tem como missão remover detritos do espaço. A tecnológica fornecerá os seus serviços especializados para o controlo dos equipamentos e para a deteção e recuperação de falhas dos sistemas.

A missão, alocada pela Agência Espacial do Reino Unido, terá como objetivo final a remoção de dois satélites inativos da órbita da Terra há mais de 10 anos. Estes satélites poderiam permanecer em órbita durante um século se não fossem removidos e estão localizados a 700 quilómetros de altitude, pondo em perigo o ambiente e a segurança de outros satélites ativos. Ao removê-los, a Critical Software e a ClearSpace visam criar novas formas de remover o lixo espacial, reduzindo o risco de colisões com infraestruturas espaciais ativas subjacentes a muitos sistemas críticos, tais como transportes, serviços de internet, monitorização das alterações climáticas e previsões meteorológicas.

“Estamos entusiasmados por nos juntarmos ao ClearSpace como parte deste consórcio pioneiro. Há mais de cinco mil objetos não funcionais a orbitar na Terra e mais de três mil satélites ativos. Com a densidade deste tráfego espacial a aumentar, a remoção destes objetos é cada vez mais importante para ajudar a proteger os satélites de colisões. Trabalhando em conjunto com o nosso escritório no Reino Unido, queremos ajudar a abrir caminho para uma era em que o espaço é mais sustentável, eliminando o risco crescente de detritos ameaçarem os satélites dos quais tantos sistemas críticos dependem.” afirma Rodrigo Pascoal, Business Development Manager da Critical Software.

Rory Holmes, Diretor Executivo da ClearSpace UK afirma: “Temos a honra de trabalhar com a Agência Espacial do Reino Unido para melhorar a segurança e sustentabilidade das nossas órbitas. Estamos entusiasmados por trabalhar com a Critical Software na Missão CLEAR, e estamos entusiasmados para presenciar a sua experiência de ponta em software para naves espaciais, à medida que enfrentamos juntos o desafio da limpeza de destroços espaciais”.

Devido à crescente necessidade dos operadores protegerem as naves espaciais em órbitas cada vez mais congestionadas, espera-se que a remoção de detritos seja o segmento dos serviços em órbita (IOS) de crescimento mais rápido. Em outubro de 2021, a Agência Espacial Britânica adjudicou ao consórcio ClearSpace a realização de um estudo de viabilidade para esta missão de remoção de pelo menos dois satélites abandonados de órbita terrestre baixa (LEO).  Neste estudo, os membros do consórcio como a Critical Software exploraram diferentes cenários da missão, definiram os requisitos e selecionaram as tecnologias necessárias para a implementação da missão. Em março de 2022, completaram esta fase e foi adjudicado um novo contrato para passar à fase de conceção da missão, que durará até ao final de 2023.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com