Conecte-se connosco

Restaurantes

Cristina Ferreira: A vida não é para levar. É para comer aqui!

Publicado

em

Cristina Ferreira, representante institucional da TVI na ação A vida não é para levar. É para comer aqui, partilha as suas palavras com os espetadores com o intuito de mobilizar todos os portugueses neste movimento de apoio à restauração.

“Os restaurantes fazem parte da memória de todos nós. Há uma afetividade e um respeito para com o trabalho das muitas pessoas deste setor. O último ano e meio foi para muitos restaurantes um período de sobrevivência. Para além das dificuldades que os proprietários de restaurantes encontraram, todos nós sentimos a falta de podermos estar sentados à volta de uma mesa a conversar e a tentar que a nossa vida fosse um pouco mais leve. Isso não nos foi permitido nos últimos tempos.

A TVI é uma estação que sempre deu espaço aos saberes e aos sabores do nosso país. O “Somos Portugal” é um dos melhores exemplos. Desde sempre, saíamos e íamos ao encontro das localidades. Mas de repente, também isso nos foi vedado e tiveram que ser as pessoas a virem ao nosso espaço na TVI, para promoverem aquilo que não tinha espaço de promoção porque estava simplesmente fechado.

A ideia de que o take-away podia resolver a situação…. nós queremos é comer no restaurante.

Durante todo este período, a TVI juntou sempre comida e cultura na sua programação. E vai continuar a fazê-lo. É uma marca nossa. Desta proximidade para com os outros. Sabemos das tradições culinárias em Portugal, sabemos que temos um país pequeno mas tão distinto nas suas diversas regiões e na forma como isso nos identifica enquanto povo.

Este foi um momento muito frágil para a restauração em Portugal. Temos todos que ter essa noção. Penso que ainda há alguns receios por parte da população de estar em locais onde não se usa máscara. Eu quis muito dar o exemplo desde o início de que nós devíamos ir. Devíamos apoiar um setor que emprega milhares e milhares de pessoas.

Esta campanha que junta a TVI, a Makro e a Visa, permite que haja um olhar ainda maior para um setor muito fragilizado, que tem uma enorme importância nas nossas vidas e na nossa formação enquanto país.

Não é para levar para casa. É mesmo para comer aqui! Esta é a mensagem da campanha e vamos, de alguma forma, libertar-nos daquilo que foi o último ano e meio das nossas vidas, com muitas restrições e muita falta de afetividade. A comida tem muito de afeto. E os restaurantes também. E é nisso que nós devemos apostar e é sobre isto que esta campanha tenta alertar.”

Este testemunho de Cristina Ferreira, faz parte de uma reportagem do jornalista Marcos Pinto, com imagem de Duarte Leocádio e Flávio Almeida que, no âmbito deste movimento para a recuperação do setor da restauração, visitaram também um dos restaurante mais emblemático e com mais história de Lisboa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com