Conecte-se connosco

Saúde

Covid-19: Um morto e 230 novos casos de infeção em Portugal nas últimas 24 horas

Publicado

em

Portugal regista hoje uma morte atribuída à covid-19, o valor mais baixo desde maio, assim como 230 novos casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, segundo dados da Direção-Geral da Saúde (DGS). 

A última vez que Portugal registou uma morte relacionada com a covid-19 foi a 08 de maio.

O boletim epidemiológico da DGS hoje divulgado revela também que estão internadas 420 pessoas, mais cinco em relação a domingo, das quais 79 em cuidados intensivos, menos quatro.

A morte de uma pessoa com mais de 80 anos ocorreu na região Norte.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.955 pessoas e foram registados 1.067.175 casos de infeção.

No balanço desde o início da pandemia, o maior número de óbitos continua a concentrar-se entre os idosos com mais de 80 anos (11.711), seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos (3.846).

Do total de vítimas mortais registadas, até à data, em Portugal 9.414 eram homens e 8.541 mulheres.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que estão ativos menos 250 casos, para um total de 31.285, e que 479 pessoas foram dadas como recuperadas da doença nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 1.017.935 recuperados.

Nas últimas 24 horas, o número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde desceu (menos 452), situando-se nos 27.845.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 492.982 homens e 573.459 mulheres, segundo mostram os dados da DGS.

Entre as novas infeções destacam-se as pessoas entre os 40 e os 49 com mais 37 novas infeções, seguido do grupo entre os 20 e os 29 anos (mais 35).

Nas pessoas com mais de 80 anos registaram-se 16 novos casos, na faixa etária entre os 70 e os 79 houve mais 19 infeções e entre os 60 e os 69 mais 28.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 78 novas infeções, contabilizando-se até agora nesta área geográfica 412.78 casos e 7.670 mortos.

A região Norte observou 54 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 409.625 casos de infeção e 5.550 óbitos desde o início da crise pandémica.

Na região Centro registaram-se mais 17 casos, perfazendo 142.543 infeções e 3.141 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 38 novos casos de infeção, totalizando 38.725 contágios e 1.022 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve, o boletim de hoje da DGS informa que foram registados 35 novos casos, acumulando-se 42.480 contágios pelo SARS-CoV-2 e 458 óbitos.

A região Autónoma da Madeira contabilizou três novos casos, somando 12.208 infeções e 72 mortes devido à doença covid-19 desde março de 2020.

Nas últimas 24 horas, e segundo a DGS, os Açores apresentaram cinco novos casos, o que eleva para 8.806 contágios desde o início da pandemia. O número de óbitos mantém-se nos 42.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

A taxa de incidência de infeções com SARS-CoV-2 nos últimos 14 dias voltou hoje descer quer no continente quer a nível nacional, com Portugal na zona verde da matriz de risco.

A nível nacional, a taxa de incidência desceu de 127,3 casos para 111,6 por 100 mil habitantes, segundo o boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge divulgado hoje.

Em Portugal continental, este indicador desceu de 129,7 para 113,5 casos de infeção.

O Rt – que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus – registou uma subida desde sexta-feira, passando de 0,83 para 0,85 a nível nacional e de 0,82 para 0,84 em Portugal continental.

A covid-19 provocou pelo menos 4.744.890 mortes em todo o mundo, entre 231,74 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.995 pessoas e foram contabilizados 1.067.175 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade