Conecte-se connosco

Cidade

Covid-19: PS faz ironia com disponibilidade do PSD

Publicado

em

 

O PS de Coimbra felicitou, hoje, o PSD por se ter disponibilizado para reforçar o executivo camarário local devido à pandemia, mas alertou, irónico, para o risco de os social-democratas ficarem sem tempo para aferir qual o médico a patrocinar na candidatura autárquica de 2021.

Carlos Cidade

A ‘alfinetada’ da Comissão Política Concelhia (CPC) de Coimbra do Partido Socialista prende-se com a alegada hesitação do Partido Social-Democrata entre promover a candidatura de Nuno Freitas à presidência da Câmara Municipal de Coimbra ou patrocinar a de José Manuel Silva.

Membro da Assembleia Municipal conimbricense, Nuno Freitas foi líder concelhio do PSD/Coimbra; José Manuel Silva é vereador (independente), eleito pelo movimento “Somos Coimbra”.

“Considerando que os resultados da resposta municipal [conimbricense] à pandemia têm sido muito abaixo do esperado da ‘Capital da Saúde’, o PSD vai disponibilizar-se para reforçar, por um período de 90 dias, o executivo camarário, como sinal de colaboração total neste tempo de emergência (…)”, anunciou, ontem, a Comissão Concelhia social-democrata.

Se os vereadores social-democratas “vierem [engrossar o número de edis com pelouros], talvez não tenham tempo para continuar a fazer uma sondagem com que querem esclarecer qual dos médicos”, dentro de ano e meio, terá a respectiva candidatura à CMC patrocinada pelo PSD, ironiza a estrutura partidária socialista liderada por Carlos Cidade.

“Nós elogiaremos todos os que vêm para ajudar, sem ímpetos de protagonismos nem notas de cabeçalho, é que, se for para isso, ‘fiquememcasa’”, assinala a CPC do PS/Coimbra.

Para Carlos Cidade, vice-presidente da autarquia, “tanto o trabalho [camarário] como o

comportamento exemplar de todos os conimbricenses” alavancam o desejo de “superar este desafio único que nos foi imposto” pelo novo coronavírus.

“Sabemos que o PSD anda desorientado e atrasado, mas esta batalha precisa de todos; sabemos que, há uma semana, o problema da gente do descredibilizado PSD em Coimbra era (…) aprovar medidas” na mais recente reunião da CMC, presencialmente, “mas que, afinal, já querem (…) ajudar”, conclui a CPC de Coimbra do PS.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade