Conecte-se connosco

Saúde

Covid-19: Modalidade ‘casa aberta’ disponível para maiores de 50 anos a partir de sexta-feira

Publicado

em

Os maiores de 50 anos sem agendamento da vacina podem, a partir de sexta-feira, deslocar-se ao centro de vacinação pertencente ao centro de saúde onde estejam inscritos para receber a primeira dose, anunciou hoje a ‘task force’.

“A partir de 25 de junho, a modalidade ‘casa aberta’ fica disponível para a vacinação de primeiras doses de utentes com idade igual ou superior a 50 anos”, adianta a ‘task force’ do plano de vacinação contra a covid-19.

A ‘task force’ lembra que, para serem vacinados nesta modalidade, estes utentes devem obrigatoriamente dirigir-se ao centro de vacinação do local onde estão inscritos no Centro de Saúde, dentro dos horários específicos para esta modalidade em cada ponto de vacinação, desde que não tenham sido infetados com covid-19 nos últimos seis meses.

O horário de funcionamento da “Casa Aberta” pode ser consultado em: https://covid19.min-saude.pt/casa_aberta

Segundo a ‘task force’, a modalidade “casa aberta” é mais um processo para assegurar que todas as pessoas elegíveis são chamadas ao processo de vacinação.

Segundo o último relatório semanal da vacinação divulgado pela DGS, 2.947.718 pessoas já têm a vacinação completa e 4.688.551 foram vacinadas com a primeira dose, o que equivale a 46% da população.

Por grupos etários, 98% (659.804) dos idosos com mais de 80 anos já tomaram a primeira dose e 93% (629.221) têm agora a vacinação completa, seguindo-se a faixa dos 65 aos 79 anos, com 96% (1.543.716) vacinados com a primeira dose, percentagem que baixa para os 59% (945.894) no que se refere às duas tomas.

No grupo entre os 50 e os 64 anos, 73% (1.575.758) também já receberam a primeira dose e 43% (918.951) concluíram a vacinação.

A DGS indica ainda que 26% (861.058) das pessoas da faixa entre os 25 e 49 anos foram vacinadas com a primeira dose e 13% (420.176) estão com a vacinação completa.

Desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020, já morreram 17.079 pessoas e foram confirmados 869.879 casos de infeção, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com