Crimes

Corpo encontrado em mala poderá ser de portuguesa desaparecida há cerca de 6 meses

NOTÍCIAS DE COIMBRA | 2 meses atrás em 26-02-2024

Os restos mortais de uma mulher foram encontrados numa mala num terreno baldio, em Vigo, Espanha, na sexta-feira, 23 de fevereiro.

PUBLICIDADE

Foi um estafeta que encontrou a mala embrulhada em plástico e deu o alerta às autoridades.

Quando chegaram ao local, verificaram a existência de um cadáver em decomposição.

PUBLICIDADE

publicidade

Apesar de até ao momento ainda não ter sido possível identificar a vítima acredita-se que poderá ser Conceição Lima, uma mulher com cerca de 40 anos, desaparecida no início de setembro.

A irmã de Conceição conta ao Correio da Manhã que a familiar tem cerca de 50 anos, metro e meio de altura, calça o 35, tem tatuagens no peito e no braço esquerdo, é bipolar e tem síndrome ‘borderline’ (transtorno de personalidade), mas deixou de tomar a medicação. A mulher encontrada foi morta com uma única facada no coração, há menos de oito meses. Estes são os resultados preliminares da autópsia realizada este domingo, 25 de fevereiro, ao corpo de mulher encontrado dentro de uma mala em Vigo, Espanha.

O avançado estado de decomposição não permitiu identificar de quem se trata. A descoberta macabra deixou abaladas duas famílias portuguesas: a da Murtosa está desaparecida Mónica Silva, de 33 anos, desde o dia 3 de outubro e esta de Vila Praia de Ancora.

Foi vista pela última vez em Vigo, onde acampou com um peregrino estrangeiro que ia para Santiago de Compostela. Isabel tem uma filha de 15 anos, de resto, foi esta a última pessoa com quem falou.

PUBLICIDADE

Na altura, a atriz Dalila Carmo, deixou um apelo nas redes sociais para tentar encontrar a mulher.

No Instagram, a atriz explicava que Conceição é filha da “Dona Beatriz”, que “toma conta” da casa “e da vida” da atriz “há sete anos”.

“Foi vista a última vez a sair de um café em Vila Praia de Âncora para fumar um cigarro. Até hoje nunca mais foi vista. Foi apresentada queixa do desaparecimento e das circunstâncias mas o processo parece estar muito “lento” para mais um caso que merece celeridade e respeito pelos familiares”, escreveu na rede social.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE