Conecte-se connosco

Lazer

Conservatório de Coimbra com Semana do Jazz

Publicado

em

O Conservatório de Música de Coimbra (CMC) organiza a Semana do Jazz, de segunda-feira a dia 17, para dar a conhecer o trabalho dos estudantes do Curso Profissional de Jazz e captar novos alunos para a instituição.

A Semana do Jazz terá concertos com diferentes grupos, entre eles um conjunto com professores do Curso, intitulado CMC Faculty 6et, em conjunto com Michael Lauren, dois grupos de escolas privadas de música de Coimbra e uma Big Bang com cerca de 17 elementos, mas em que tocam alternadamente 30 alunos do Curso Profissional de Jazz, contou Rui Lúcio, diretor do curso.

No último dia do evento, toca essa mesma Big Band às 21:30 na Oficina Municipal do Teatro, espaço da companhia O Teatrão, em que se irá recriar o ambiente de “Ball Room” dos anos 1920 e 1930.

Antes do “Ball Room”, haverá um “workshop” de dança lindy hop e shim sham realizado por Filipa Portela, dois tipos de dança característicos dessa época, normalmente dançado ao som do swing de big bands do jazz, explicou Rui Lúcio.

Também durante a Semana do Jazz, haverá diversas oficinas realizadas pelos professores do Curso no Pequeno Auditório do CMC, em torno de instrumentos como o saxofone, trompete, trombone ou bateria.

O curso tem este ano, pela primeira vez, uma turma de finalistas, tendo começado há três anos.

Segundo Rui Lúcio, os cerca de 40 alunos, das três turmas existentes, que frequentam o curso, “estão orientados para serem a nata do jazz nacional”.

Na Semana do Jazz, será possível ouvir diferentes “sub-estilos do jazz”, tendo desde abordagens mais contemporâneas a passagens pelo bebop de 1940 e 1950.

Rui Lúcio falava durante uma conferência de imprensa para assinalar a parceria do Curso de Jazz com a companhia O Teatrão, representado pela sua diretora artística, Isabel Craveiro.

Parceria essa que já vinha sendo feita com a “ocupação do espaço da Tabacaria [na Oficina Municipal do Teatro] por alunos do Curso de Jazz com combos e jam sessions”, uma vez por mês, transformando o espaço “num clubinho de jazz”, aclarou a diretora d’O Teatrão.

De acordo com Isabel Craveiro, pretende-se agora “aprofundar o trabalho” desenvolvido entre as duas instituições, frisando a componente pedagógica da companhia de teatro conimbricense.

“A formação artística ajuda os jovens a encararem a vida de uma forma completamente diferente”, salientou.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link