Conecte-se connosco

Empresas

Conimbricense WIT Software aposta no interior de Portugal

Publicado

em

Empresa conimbricense WIT Software, sediada em Coimbra, apresenta no dia 26 de abril, pelas16:00, o Programa de Inovação Digital “Belmonte Connect”, no Auditório Municipal da vila de Belmonte, terra natal de Pedro Álvares Cabral.

O propósito deste projeto, que resulta da parceria entre a WIT, a Câmara Municipal de Belmonte e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro, visa minimizar alguns dos principais problemas estruturais de Portugal: a escassez de pessoas em idade ativa para trabalhar no país, a falta de profissionais qualificados em áreas tecnológicas, e o despovoamento da região do interior.

O evento conta com a presença de membros do governo como Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, Isabel Ferreira, Secretária de Estado da Valorização do Interior, Raimundo Carreiro Silva, Embaixador do Brasil, e, ainda, Isabel Damasceno, Presidente da CCDR do Centro e António Rocha, Presidente da Câmara Municipal de Belmonte.

Segundo Luís Moura e Silva, fundador e CEO da WIT, “um dos desígnios da empresa passa por contribuir para o desenvolvimento do país, e o concelho de Belmonte é um retrato fiel do problema demográfico português que temos que resolver para que as  gerações vindouras encontrem um país melhor, com oportunidades de trabalho e onde se possam fixar”. Até ao final de 2025, a WIT ambiciona contratar mais 300 engenheiros, nacionais e internacionais, para atuar nos seus escritórios.

De realçar que, à data, já foram contratados 10 engenheiros sul americanos, 2 dos quais habitam já em Belmonte, e espera-se que os restantes cheguem nas próximas semanas.

A designação do programa “Belmonte Connect” relaciona-se com a história do concelho: no ano de 1500 Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil, agora, a partir de 2022 serão Engenheiros do Brasil que irão povoar a terra natal de Cabral, e trabalhar naquela empresa tecnológica. O programa conta ainda com a criação de um hub tecnológico no concelho de Belmonte, que ambiciona a captação e instalação de outras empresas que se identifiquem com a missão do programa, e assim criar um ecossistema empresarial com a capacidade de criar postos de trabalho na região.

Segundo o Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, António Rocha, este projeto “é fundamental para o desenvolvimento da economia local, potenciando mais e melhores oportunidades de emprego qualificado. É também determinante para inverter a situação de desertificação do nosso território e o êxodo das populações. Irá, igualmente, contribuir para a coesão territorial da região e do interior do país”.

Para o vice-presidente da CCDRC,  Eduardo Anselmo Castro, tratando-se de uma iniciativa “territorialmente delimitada”, ambiciona afirmar-se como “um exemplo de rejuvenescimento e qualificação a ser seguido por todo o interior do país”

Com mais de 20 anos de experiência no mercado internacional e com centros de desenvolvimento em Coimbra, Lisboa, Porto, Aveiro, Leiria, e o mais recente inaugurado em Belmonte, a empresa cria projetos e produtos de software para operadores de telecomunicações móveis internacionais e conta com distribuição de software em mais de 40 países.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link