Conecte-se connosco

Coimbra

Condutor morto em acidente na A1 degolado e com faca no carro (com vídeo)

Publicado

em

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar a morte de um homem, de cerca de 40 anos, num despiste seguido de capotamento ocorrido esta terça-feira, na A1, junto a Póvoa do Pinheiro, Coimbra.

As autoridades depararam-se com a vítima, um homem que aparentava ter cerca de 40 anos e se fazia deslocar numa viatura Mercedes de matrícula francesa, degolada. Além disso, no local foi encontrada uma faca de serrilha.

O alerta para o acidente foi dado às 12:47 e quando os Bombeiros chegaram ao local verificaram que se tratava de “um despiste de uma viatura ligeira, seguido de capotamento, com vítima encarcerada no seu interior inconsciente e em paragem cardiorrespiratória”, disse ao Notícias de Coimbra (NDC) Bruno Serra, comandante de operações de socorro no local.

Foi feita a “extração imediata da vítima, com corte do cinto” e foi nesse momento que os operacionais se aperceberam que o homem “estava degolado”, informou o subchefe dos Bombeiros Sapadores de Coimbra. Os ferimentos podem ter sido provocados pelo embate do acidente, que colidiu de forma brutal no rail de proteção e numa placa informativa destruindo-a parcialmente. No entanto, “apareceu um artefacto, nomeadamente uma faca” no cenário do acidente, o que levantou algumas dúvidas sobre a forma como tudo se passou.

O óbito foi declarado no local e elementos do Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação (NICAV) da GNR foram acionados para efetuar diligências. Foi também chamada a Polícia Judiciária, para averiguar os contornos em que ocorreu a morte. “Elementos estiveram no local a realizar perícias e a investigação prossegue”, confirmou ao NDC fonte da Diretoria do Centro da Judiciária, escusando-se a mais detalhes.

O NDC presenciou as várias diligências efetuadas pelas autoridades. O corpo da vítima foi mantido no local durante algum tempo para que se pudessem esclarecer algumas questões. No entanto, e ao que foi possível apurar, apenas a investigação conseguirá apurar com exatidão as circunstâncias desta morte.

A família da vítima ainda não tinha sido localizada ao final da tarde desta terça-feira e a própria nacionalidade do homem ainda está por clarificar, já que pode ser francesa, portuguesa ou ambas.

O acidente ocorreu ao quilómetro 193 da A1, junto a Póvoa do Pinheiro, Coimbra, no sentido Sul-Norte. Depois de embater no rail a viatura capotou e ficou imobilizada na berma da estrada. As operações no local obrigaram as autoridades a condicionar a circulação, que se fez durante mais de três horas apenas na faixa mais à esquerda.

No local estiveram meios dos Bombeiros Sapadores e dos Voluntários de Coimbra, do INEM e da GNR, num total de 24 elementos e 9 viaturas, além da Brisa, que procedeu à remoção do rail danificado, e da PJ.

 

Veja os direto NDC com Bruno Serra, comandante de operações de socorro no local:

Veja o direto NDC, com declarações de Bruno Serra (ao minuto 18):

Veja o direto NDC com as perícias das autoridades:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link