Conecte-se connosco

Justiça

Condenado por matar cunhada em Montemor-o-Velho (com vídeo)

Publicado

em

O Tribunal de Coimbra condenou hoje um homem de 28 anos por ter matado a cunhada, em abril do ano passado, em Montemor-o-Velho.

O arguido, que está detido e ouviu a decisão do coletivo de juízes através de videoconferência, foi condenado por homicídio qualificado da cunhada, de 30 anos, por ter agredido o irmão com a coronha da arma e de detenção de arma proibida. A pena, em cúmulo jurídico, foi de 17 anos de cadeia.

O crime ocorreu em abril do ano passado, num acampamento em Ponte de Alagoa, Montemor-o-Velho, quando após uma discussão e troca de insultos, o arguido surpreendeu a cunhada disparando dois tiros de caçadeira para a zona do queixo o que lhe provocou a morte imediata. Depois, colocou-se em fuga mas acabou por se entregar à Polícia Judiciária após sete dias a monte.

Já em sede de audiência, em março deste ano, o arguido, que tem antecedentes criminais, negou ter sido o autor dos disparos. “O senhor disse que sim, depois que não, mas o tribunal conclui que foi o autor dos disparos”, afirmou a presidente do coletivo de juízes, na leitura do acórdão esta sexta-feira. A magistrada lembrou que o homem “foi buscar munições” e disparou para “a zona da cabeça a uma distância de 2-3 metros”, segundo foi comprovado pelo relatório da autópsia. 

Na origem do desentendimento terá estado a compra de uma casa junto às restantes habitações e anexos dos vários agregados da mesma família, mas o tribunal não deu como provadas as razões do crime.

Veja o direto NDC após a leitura do acórdão: 

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link