Primeira Página

Condeixense vence Heróis CM. Arriscou a vida para travar um ataque com um serrote de poda

Notícias de Coimbra | 3 semanas atrás em 25-05-2024

Maria Alice foi a vencedora da iniciativa “Heróis CM 2024” na categoria de heróis civis. A gala decorreu na tarde deste sábado, 25 de maio, e premiou o ato de coragem desta condeixense: arriscou a vida para travar um ataque com um serrote de poda de que foi vítima uma motorista.

PUBLICIDADE

A proprietária do Restaurante Manjares D’Avó em Sangardão, Condeixa-a-Nova, ficou em primeiro lugar e arrecadou 4500 euros.

Foi no dia 10 de março do ano passado, pelas 19:00, que esta mulher conseguiu travar um ataque de um camionista a um colega com um serrote de poda.

PUBLICIDADE

Os gritos da empresária puseram o agressor em fuga, salvando a vida do homem que já estava caído no chão.

“Parecia um filme de terror, as agressões foram muito feias”, recordou a empresária ao NDC.
A gerente do restaurante estava dentro do estabelecimento quando os dois começaram a agredir-se mutuamente, com murros e pontapés.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Até que um deles foi buscar um serrote de poda ao carro e atacou o outro, desferindo vários golpes na cabeça, pescoço e braços”. No momento do ataque, houve pessoas que tentaram alertar Maria Alice para os riscos, mas esta condeixense na altura não pensou nos riscos que ela própria corria.

“Não pensei no risco, queria parar o agressor”, admite, referindo que se não fosse a sua intervenção, o desfecho poderia ter sido outro.

Enquanto aguardava a chegada dos meios de socorro, a empresária tentou estancar a hemorragia resultante dos vários golpes que a vítima sofreu.

A agressão terá sido motivada por quezílias relacionadas com a atividade profissional de transporte de mercadorias.

O ato de coragem foi elogiado durante o julgamento do agressor no Tribunal de Coimbra. O camionista, de 55 anos, foi condenado a cinco anos de prisão. A pena ficou suspensa na condição de ter acompanhamento e de pagar dois mil euros à vítima de seis em seis meses.

Já passou mais de um ano, mas as imagens continuam vivas na memória de Maria Alice.

Recorde a entrevista com Maria Alice e saiba como tudo aconteceu:

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE