Conecte-se connosco

Coimbra

Condeixa: Inaugurada obra do orçamento participativo na sede dos Escuteiros

Publicado

em

O Presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, Nuno Moita da Costa, inaugurou as obras de reabilitação e ampliação da sede do Agrupamento de Escuteiros 1035, de Condeixa-a-Nova, executadas no âmbito do Orçamento Participativo de 2015 por proposta de Inês Isabel Fonseca Maduro.

O edifício da antiga escola primária de Condeixa-a-Velha, atualmente cedido ao Agrupamento de Escuteiros 1035 para instalação da sua sede e funcionamento das suas atividades, foi objeto de reabilitação e ampliação para, assim, melhor desempenhar a sua missão junto dos jovens, contando atualmente com um efetivo de 152 elementos.

Com um custo final de 77 mil euros, a empreitada além de reabilitar o edifício existente possibilitou a construção de uma nova sala anexa, completamente autónoma do edifício principal. Procedeu-se ainda à demolição dos balneários existentes e construção de novos no mesmo local, e não integrados no novo edifício para permitir a possibilidade da sua utilização autónoma, isto é, poderem servir não apenas para apoio às atividades do agrupamento de escuteiros, mas também às atividades que possam ocorrer no campo de jogos.

A intervenção na antiga escola passou por algumas obras de conservação tendo sido construído um novo acesso lateral, a partir do pátio junto dos balneários, que dá acesso a um novo espaço de cozinha. Espaço este que era um desejo do agrupamento para assim poder dinamizar outro tipo de atividades com os jovens e rentabilizar ainda mais a sua utilização do espaço da sede.

O projeto “Casa para todos”, para intervenção e ampliação da sede do Agrupamento de Escuteiros 1035 – Condeixa-a-Nova, da autoria de Inês Isabel Fonseca Maduro foi uma das propostas vencedoras do Orçamento Participativo de 2015, na categoria de propostas com custo estimado entre os 25.001€ e 50.000€, encontrando-se agora concluída.

Refira-se que no âmbito do Orçamento Participativo, a Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova já concluiu um total de 12 projetos, num investimento global de 665 mil e 500 euros, encontrando-se em execução outros 10 projetos vencedores, no valor de 365 mil euros.

Entre as obras e projetos já executados encontram-se, nomeadamente, a remodelação e arrelvamento do Polidesportivo do Sebal, a requalificação do Pavilhão Venda da Luísa, o Complexo Desportivo para a Freguesia do Zambujal, as Bolsas de estudo Fernando Namora para alunos do ensino superior, “Sebal Mais de 770 Anos de História” – intervenção na igreja de S. Pedro, a requalificação das instalações do CDRC Sobreiro, a remodelação e melhorias ambientais na Casa do Povo Sebal Grande, entre outras.

Em breve deverão estar concluídos outros dois projetos vencedores do Orçamento Participativo, o Parque infantil da Praça do Município e a Igreja Matriz de Ega, “onde a história é perene!”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link