Conecte-se connosco

Crimes

Condeixa-a-Nova: Incendiário proibido de frequentar zonas de mato

Publicado

em

Um homem de 35 anos, suspeito de dois crimes de incêndio florestal em Condeixa-a-Nova, foi proibido por um juiz de instrução criminal de frequentar zonas de mato ou arborizadas, na sequência de primeiro interrogatório judicial, foi anunciado.

Como medidas de coação adicionais, o arguido terá de se apresentar três vezes por semana à autoridade policial e “de não se fazer acompanhar de qualquer produto, objeto ou instrumento que possa ser utilizado para atear ou alimentar o fogo, nomeadamente, líquidos inflamáveis”, referiu o Ministério Público de Coimbra, em nota publicado no seu ‘site’.

O arguido foi presente a interrogatório judicial na quinta-feira, indiciado da prática de dois crimes de incêndio florestal.

Os factos ocorreram no dia 20 de setembro, estando o homem suspeito de ter ateado um fogo que atingiu uma área de 200 metros quadrados de mato, eucaliptal e fenos.

A 300 metros do primeiro local, o arguido terá ateado novo fogo, que acabou por se autoextinguir quase de imediato, afetando u

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com