Conecte-se connosco

Região

Condeixa-a-Nova fecha contas do ano de 2021 com resultado positivo

Publicado

em

O município de Condeixa-a-Nova, no distrito de Coimbra, encerrou o ano de 2021 com uma taxa de execução do orçamento da receita de 85,63%, anunciou hoje a autarquia.

Em comunicado, a Câmara Municipal, presidida por Nuno Moita, informou ter sido “superado o limite de 85% imposto pelo Regime Financeiro das Autarquias Locais e das Entidades Intermunicipais”.

Ao mesmo tempo, foi registado “um resultado líquido positivo nas contas de 2021, num ano em que continuou a reduzir a dívida de médio e longo prazo e o prazo médio de pagamentos aos fornecedores”.

“A saúde financeira do município tem sido, desde que fui eleito presidente da Câmara pela primeira vez, um ponto de honra e de compromisso e, mais uma vez em 2021, os resultados demonstram um reforço da consolidação financeira”, afirmou Nuno Moita, que em setembro de 2021 foi eleito para um terceiro mandato.

Citado na nota, o autarca do PS adiantou que “o município não viu a sua atividade diminuída pelo efeito da pandemia da covid-19, muito pelo contrário, cumpriu os objetivos estabelecidos para além do que seria expectável”.

Tendo a autarquia feito “um esforço financeiro considerável para mitigar o impacto económico e social da crise sanitária (…), nem isso afetou o investimento, as atividades desenvolvidas e os resultados económicos e financeiros” alcançados em 2021.

“Da execução do orçamento da despesa, evidencia-se o saldo do equilíbrio orçamental de 1.109.889,19 euros, tendo este financiado despesa de capital”, segundo o comunicado.

Por outro lado, quanto à posição financeira do município, “regista-se uma diminuição da dívida de médio e longo prazo e uma diminuição do prazo médio de pagamentos”, fixado nos 26 dias.

“Estas variáveis originaram que o endividamento total representasse 0,31 da média da receita corrente dos últimos três anos, quando o limite máximo admitido é de 1,5 dessa média”, salientou.

Relativamente ao desempenho económico, “o exercício de 2021 originou um resultado líquido do período positivo” de 58.612,53 euros.

“O município de Condeixa está mais bem preparado para enfrentar os desafios que se avizinham, quer ao nível do encerramento do atual quadro comunitário, quer ao nível do novo quadro comunitário, quer ainda ao nível do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR)”, realçou Nuno Moita.

Do mesmo modo, a autarquia “está em boa posição para enfrentar o nível de incerteza económica resultante da atual guerra na Ucrânia, traduzida na variação da fatura energética, da inflação, da alteração das taxas de juro e da crise das matérias-primas”.

Em 2021, Condeixa-a-Nova “manteve a taxa reduzida do IMI, concedendo uma redução de 40 ou 70 euros no montante do IMI a pagar pelas famílias com, respetivamente, dois e três ou mais dependentes a cargo”.

Também os pequenos empresários, com um volume de negócio até 150 mil euros, “continuaram a beneficiar da isenção da derrama”, ainda de acordo com a nota.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com