Economia

Como poupar energia em casa? 5 conselhos a ter em conta

Notícias de Coimbra | 1 ano atrás em 29-05-2023

Poupar energia é poupar o meio ambiente e a carteira, sobretudo no meio de uma crise energética e económica. No âmbito do Dia Mundial da Energia, a Unión de Créditos Inmobiliarios (UCI) Portugal deixa algumas recomendações.

PUBLICIDADE

Siga estes conselhos:

Poupe antes de se mudar – A poupança começa mesmo antes da compra da casa. Na hora de escolher o melhor imóvel, a sustentabilidade deve entrar nas contas. Uma casa com classificação energética A+ ou A garante que se gasta menos energia no dia a dia. Como saber a classificação energética da casa que quer comprar? Fácil, basta consultar o Certificado Energético. Este documento é obrigatório no processo de venda de uma casa, portanto consulte-o e ficará com uma noção se terá de gastar mais ou menos energia para viver na casa com conforto térmico.

PUBLICIDADE

Poupe mesmo quando já se mudou – No caso de já viver num imóvel que não tem uma boa classificação energética, nada está perdido. Aos poucos, pode melhorar a sua casa e poupar energia. Olhando também para o Certificado Energético, pode encontrar as principais medidas a tomar para melhorar a eficiência energética, em questões como um isolamento térmico apropriado que permite manter a casa mais quente no inverno e fria no verão, diminuindo o uso de energia para aquecer ou arrefecer as divisões. Se realizar essas melhorias tenha em mente que, para além de reduzir as faturas de energia, vai também valorizar o seu imóvel, o que significa que poderá pedir um valor maior se um dia o vender, e reduzir o impacto sobre o ambiente.

Troque os aparelhos – Nem só o imóvel pode ser melhorado. Devemos também analisar os eletrodomésticos, que também têm diferentes graus de eficiência, e perceber quais devem ser substituídos por outros, com menor impacto ambiental. Esta troca requer um investimento inicial maior, porque os eletrodomésticos classe A são mais caros, mas esse valor será amortizado rapidamente através da poupança nos consumos. Outra troca, mais simples, é trocar as lâmpadas comuns por LED que consomem menos energia e duram mais tempo.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Reveja a potência contratada – Precisa mesmo de toda a potência contratada? Peça ajuda profissional e faça uma análise da potência que tem e que define o consumo máximo de eletricidade que pode fazer a cada momento. Ao contratar uma potência mais baixa vai poupar dinheiro, mas vão também promover um consumo mais responsável de eletricidade, uma vez que terá de selecionar melhor os equipamentos que tem ligados à rede.

Não descure o básico – Todos sabemos que devemos desligar as luzes quando não estamos numa divisão. Outros gestos simples, como tirar da tomada aparelhos que não estamos a usar no momento, também fazem alguma diferença na conta final de energia. Podem parecer pequenos gestos, mas lembre-se que está a poupar ao mesmo tempo dinheiro e o planeta.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE