Conecte-se connosco

Região

Comissão de Defesa da Ribeira dos Milagres denuncia nova descarga de efluentes em Leiria

Publicado

em

A Comissão de Ambiente e Defesa da Ribeira dos Milagres alertou hoje para uma nova descarga de efluentes suinícolas e considerou que na quinta-feira foi uma “noite negra” para o afluente do rio Lis no concelho de Leiria.

“As descargas são anunciadas nos boletins meteorológicos. Ontem [quinta-feira] estavam criadas as condições para que se pudessem fazer descargas livremente, com pouca visibilidade, porque foi ao cair da noite, quando o caudal da ribeira era muito e a chuva intensa”, afirmou à agência Lusa o porta-voz da comissão, Rui Crespo.

Segundo Rui Crespo, a descarga foi “feita na Ribeira dos Milagres” e já foi apresentada queixa à Guarda Nacional Republicana (GNR).

“Foi a partir da Madalena até à Ponte da Pedra, na Estrada Nacional 109, e era visível em três locais”, esclareceu, adiantando que foi, “sem dúvida nenhuma”, uma descarga de efluentes suinícolas.

Rui Crespo apontou a existência de “espuma abundante e algum cheiro”, e, embora reconheça que existam outros agentes poluidores, as descargas “eram de suiniculturas claramente”.

A ribeira dos Milagres é um afluente do rio Lis e este desagua na Praia da Vieira, concelho da Marinha Grande.

De acordo com o porta-voz da Comissão de Ambiente e Defesa da Ribeira dos Milagres, esta “tem cerca de 30 pequenos afluentes, junto aos quais estão instaladas cerca de 180 suiniculturas ativas”.

“Já foram 250 no passado”, acrescentou.

Fonte da GNR esclareceu que na quinta-feira, cerca das 20:30, foi rececionada denúncia telefónica.

“O Núcleo de Proteção Ambiental do Comando Territorial de Leiria da GNR, órgão que tem competência para investigar este tipo de situações, está hoje no terreno a desenvolver diligências”, acrescentou a mesma fonte.

Em 2021, a GNR recebeu 41 denúncias de descargas de efluentes pecuários no distrito de Leiria e instruiu um processo-crime e 30 autos de contraordenação relativos a descargas ilegais, segundo informação do Comando Territorial enviada à Lusa.

A maioria das denúncias ocorreu nos concelhos do litoral, como Leiria, Alcobaça e Caldas da Rainha, e ainda Batalha e Porto de Mós.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com