Desporto

Com ou sem faixas de propaganda a Mancha Negra é um símbolo no apoio à Académica

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 03-02-2014

[flagallery gid=122 name=Gallery]

PUBLICIDADE

Notícias de Coimbra acompanhou a viagem da Mancha Negra até Alvalade. Uma grande jornada Académica marcada pelo protesto contra a proibição da briosa claque poder exibir os seus símbolos nas bancadas dos estádios.

Sempre irreverentes, os fãs da Mancha Negra vestiram t-shirts brancas, cada uma delas com uma letra estampada, que depois completaram a frase COM OU SEM FAIXA A MENTALIDADE  85 PERDURA – MANCHA NEGRA, uma bela coreografia exibida no inicio do Sporting 0- Académica o.

PUBLICIDADE

Já não é a primeira vez que a MN é obrigada a deixar a sua propaganda à porta de recintos onde se realizam jogos de futebol. As autoridades entendem que uma vez que a claque optou por não se adaptar ao que é exigido por quem tem um entendimento muito próprio sobre a forma como os clubes podem ser apoiados, também não pode levar nenhum material com imagens ou palavras alusivas à Mancha Negra, permitindo-lhes apenas a entrada com outro tipo de adereços, como a bandeira Nacional ou da Académica.

No final do encontro, alguns agentes ao serviço da PSP optaram por obrigar os adeptos da AAC, entre os quais se encontravam algumas crianças, a sair de forma brusca e extemporânea das bancadas do Alvalade XXI, facto que originou enorme confusão, com elementos da força policial a carregarem sobre as pessoas, tendo mesmo recorrido à força do cassetete, o que não se entende, uma vez que o convívio dos conimbricenses, ainda por cima depois do bom resultado do jogo, decorria de forma ordeira, serena e pacífica.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

No meio da confusão, um dos spotters da PSP resolveu impedir a captação de imagens do triste acontecimento, tendo mesmo resolvido “confiscar” a máquina fotográfica do repórter de Notícias de Coimbra que acompanhava a Mancha Negra, alegando, num tom firme, mas gentil, que a mesma seria depois devolvida, optando por não ter em conta que nos identificamos como sendo da comunicação social.

Estes factos impedem-nos,  por enquanto, de publicar fotografias das cenas lamentáveis a que assistimos. Quando aos ânimos serenaram (muito graças aos líderes da Mancha Negra), o equipamento foi-nos devolvido, com a condição de não ser usado, talvez para acautelarem que alguém ficasse mal no retrato.

NDC aguarda que a direcção nacional da PSP se pronuncie sobre os factos, explicando porque resolveram expulsar os adeptos da bancada, bem como a razão porque nos foi retirada a nossa ferramenta de trabalho.

Nos momentos seguintes, os simpatizantes da Académica ficaram retidos num pequeno espaço do estádio, tendo que esperar bastante tempo para serem conduzidos aos autocarros, que, ao contrário do que era expectável, se encontravam longe da saída.

Já no regresso a Coimbra, de forma inesperada, numa Área de Serviço de Aveira de Cima, em plena A1, os entusiastas da equipa dos estudantes tiveram um presente extra e receberam uma enorme alegria. Mal entraram no espaço avistaram o simpático treinador Sérgio Conceição, que teve a gentileza de agradecer à Mancha Negra e de posar com muitos dos que em boa hora tinha optado por aquele parar no Café/Restaurante.

Veja + imagens no Facebook de NOTÍCIAS DE COIMBRA

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE