Conecte-se connosco

Autárquicas

Coligação Coimbra é Capital propõe festival anual de música e arte em agosto (com vídeo)

Publicado

em

A Coligação Coimbra é Capital – PDR/MPT quer combater a desertificação de agosto na cidade com a realização de um festival de música e arte à beira-rio, de forma a promover os agentes culturais locais e atrair pessoas.

“Esse festival será para arrancar no início de agosto e terminar no final, porque a cidade sente muito a desertificação nesse mês”, explicou aos jornalistas a candidata Inês Tafula, à saída de uma reunião com a Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra (AAC).

Segundo afirmou, a iniciativa teria lugar todos os anos no Parque da Canção, na margem esquerda do Rio Mondego, com o objetivo de atrair pessoas em agosto para Coimbra e promover a participação dos agentes culturais, instituições e empresas do concelho.

O festival teria animação diária, com concertos de diversos géneros musicais, além de momentos de pinturas, arte e dança, “aproveitando toda a parte cultural muito rica que Coimbra tem”, acrescentou.

“O objetivo é também incentivar à cultura, à arte e à música”, sublinhou.

Inês Tafula propõe ainda para a cidade a realização de umas olimpíadas no desporto adaptado “equiparadas às dos paralímpicos de modo a incrementar a prática desportiva”.

Estes temas foram abordados hoje em reuniões com a Direção-Deral da AAC e direção da Académica – Organismo Autónomo de Futebol e merecem, segundo a candidata, o apoio daquelas entidades.

No final da reunião com a AAC, a cabeça de lista da Coligação Coimbra é Capital ofereceu à direção-geral dois cinzeiros ecológicos reutilizáveis, com capacidade para recolherem individualmente aproximadamente 800 pontas de cigarro.

Com uma campanha direcionada para a sustentabilidade e para uma cidade “cada vez mais verde”, a coligação já plantou durante a campanha eleitoral 10 choupos brancos híbridos no Parque Verde do Mondego.

Além de Inês Tafula, nas eleições de dia 26 concorrem à Câmara de Coimbra o atual presidente Manuel Machado (PS), José Manuel Silva (coligação Juntos por Coimbra), Francisco Queirós (CDU), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Filipe Reis (PAN), Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal) e Miguel Ângelo Marques (Chega).

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade