Vamos

Coimbra tem fim de ano grátis no Dom Dinis, Praça da República e Sé Velha

Notícias de Coimbra | 5 meses atrás em 13-11-2023

Tony Carreira vai ser o cabeça de cartaz das festas de fim de ano de Coimbra, que este ano, face às obras do Sistema de Mobilidade do Mondego, terão como epicentro o Largo D. Dinis. A entrada é livre.  

PUBLICIDADE

A festa de passagem de ano irá contar com animação em diferentes pontos da cidade, entre os quais o Largo D. Dinis, a Praça da República, o Largo da Sé Velha e o Mercado Municipal D. Pedro V, afirmou hoje a Câmara de Coimbra, numa conferência de imprensa de apresentação da programação das festividades.

Para além da atuação de Tony Carreira no Largo D. Dinis, a partir das 00:15, o palco ali montado irá também receber o músico cabo-verdiano Matay, assim como vários DJ, com festa entre as 21:30 e as 05:00.

PUBLICIDADE

publicidade

O tradicional fogo-de-artifício irá durar entre cinco e sete minutos, no rio Mondego.

Já na Praça da República, a animação musical começa às 00:15 e termina às 06:00, numa programação que inclui o DJ Wilson Honrado, com um palco 360º, montado no centro daquele local central da cidade, explicou o vice-presidente da Câmara de Coimbra, Francisco Veiga.

PUBLICIDADE

No Largo da Sé Velha, haverá também DJ até às 03:00, com “Revival Music”, referiu o município.

Para além destes três palcos, haverá também animação no Mercado D. Pedro V, entre as 22:00 e as 02:00, com o artista Celso Cambaio.

Francisco Veiga referiu que a festa não se vai realizar no local habitual, devido às “obras na Portagem, que inviabilizam os eventos” naquele local.

Segundo o vice-presidente do município, esta deverá ser “a primeira vez que Tony Carreira atua na cidade de Coimbra”.

“Não escolhemos os artistas em função do gosto pessoal. Escolhemos pessoas de grande atratividade para estimular a economia e trazer muitas pessoas à cidade”, realçou Francisco Veiga.

Questionado sobre se há uma adaptação dos transportes públicos face ao concerto de Tony Carreira, o vice-presidente admitiu que “nada está previsto”.

O orçamento para a programação do evento é de 230 a 240 mil euros, indicou, explicando que a este custo acresce o fogo-de-artifício, que terá um investimento de 10 mil euros.

Francisco Veiga estima que participem entre 20 e 30 mil pessoas no concerto no Largo D. Dinis.

“Procuramos responder ao gosto dos nossos munícipes e trazer pessoas que atraiam e dinamizam o nosso concelho. É um excelente programa e não tenho dúvidas de que estes nomes vão tornar este fim de ano mais uma vez inesquecível”, salientou o presidente da Câmara, José Manuel Silva, também presente na sessão.

O autarca adiantou ainda que espera que, face ao cartaz, seja possível encher a hotelaria e restauração da cidade.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE