Conecte-se connosco

Cidade

Coimbra: Pro(g)natura promove contacto de famílias com a natureza

Publicado

em

O Programa educativo Pro(g)Natura, desenvolvido no âmbito do Projeto Trampolim E7G, financiado pelo Programa Escolhas, promovido pela Câmara Municipal de Coimbra e do qual o CASPAE é entidade gestora, numa parceria com os Projetos Limites Invisíveis (ESEC/UA_DEB/CASPAE) e All in Scratch (CASPAE/ISEC), encontra-se a ser desenvolvido em três turmas do Agrupamento de Escolas Rainha Santa Isabel, em Coimbra.

Este programa, enquadrado no plano de desenvolvimento da flexibilidade curricular, alia a componente de educação na natureza com a linguagem de programação em Scratch com o ambiente de sala de aula, para a promoção das aprendizagens essenciais à saída da escolaridade obrigatória.

No terceiro período letivo, quando a componente letiva passou a realizar-se à distância, procurou-se dar continuidade ao programa que vem a ser desenvolvido desde o início do ano letivo 2018/2019, optando-se por sessões síncronas e assíncronas, que contribuíssem para a motivação das famílias na realização de ações e caminhadas  na natureza.

Resultado dessa iniciativa, as crianças participantes deste programa iniciaram o desenvolvimento de vários temas e projetos com e na natureza, com o apoio da família, dos professores titulares de turma e da equipa Pro(g)Natura.

Manteve-se, desta forma, a ligação entre os contextos natureza, programação Scratch e sala de aula à distância, na promoção de conhecimentos de forma transdiciplinar, partindo das vivências das crianças e suas famílias na natureza.

Nesta fase, foram utilizadas plataformas digitais, de entre as quais uma plataforma de sessões de vídeo conferência, que permitiu a partilha direta e o diálogo e debate de ideias entre crianças e equipa educativa, bem como uma plataforma criada pelo CASPAE – PLUG in CASPAE, com recurso à rede social Facebook.

Como refere Emília Bigotte de Almeida, Presidente da Direção do CASPAE, “era importante manter este programa de forma a motivar as famílias a saírem de casa, para caminharem e envolverem-se em momentos de bem-estar com os seus filhos, mantendo comportamentos socialmente responsáveis num período de desconfinamento gradual”.

Para Ana Oliveira, uma das professoras titulares envolvidas neste programa, “este formato, dentro dos constrangimentos que nos envolvem a todos, tem-se evidenciado um sucesso, já que as famílias têm abraçado os desafios colocados, levando as crianças a saírem para a natureza”.

Ao longo das últimas semanas, as crianças fizeram caminhadas com recolha de imagens de elementos da natureza e outras formas de registo, que partilharam nas sessões síncronas e assíncronas e que permitiram  o desenho de planos, aliando os conhecimentos escolares a desenvolver com a natureza e a linguagem de programação em Scratch.

Para  Francisco Costa, aluno do Pro(g)Natura, “está a ser muito bom continuar o programa, porque falamos em vídeochamada, continuamos a ir à natureza com o pai e a mãe e a descobrir coisas, como bichos”. Houve famílias a visitarem as Matas em que as crianças desenvolvem os seus programas habitualmente, outras que iniciaram ações de limpeza do espaço exterior durante as suas caminhadas, outras ainda a iniciarem a criação de hortas, comedouros e bebedouros para animais.

Para Fátima Gonçalves, encarregada de educação de uma aluna do Pro(g)Natura, “o formato  proposto pelo Pro(g)Natura, neste momento em que o ensino é feito à distância, está a ser desafiante, porque vemo-nos obrigados, no sentido positivo, a sairmos de casa com a nossa filha.  O conhecimento que construímos graças ao Pro(g)Natura e à motivação que este programa nos dá para sairmos de casa e contactarmos a natureza, é um conhecimento de que beneficia toda a família”.

Também para Madalena Rodrigues, professora titular de uma turma que participa neste programa pela primeira vez este ano, “a adaptação feita pelo Pro(g)Natura promoveu um maior envolvimento dos pais, não apenas no programa em si, mas em todas as atividades curriculares, porque quando saem com as crianças para a natureza, desafiados pelo programa, abordam-se todas as áreas curriculares”.

Para esta professora, “o Pro(g)Natura motivou a uma dinâmica familiar mais saudável, num momento em que o isolamento social estava a levar-nos a assumir um estilo de vida muito sedentário”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com