Conecte-se connosco

Coimbra

Coimbra lança livro sobre 1.500 anos de história da região

Publicado

em

Um livro que retrata a história da região de Coimbra, entre os séculos II antes de Cristo e XIV, alcançado um território de 5.200 quilómetros quadrados, distribuída por 22 concelhos de quatro distritos, foi hoje apresentado.

O livro, intitulado “De Roma a Portugal, do Império ao Reino” faz uma viagem de 1.500 anos pela região de Coimbra e foi concebido pela Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra, em parceria com a Universidade de Coimbra e a Agência para o Desenvolvimento dos Castelos e Muralhas Medievais do Mondego.

A obra retrata a região, que mostra um “vasto património edificado, material edificado e também imaterial”, reúne “um conjunto de histórias muito bem descritas”, que “nos aliciam para uma visita aos próprios locais e, para isso, foram criados sete roteiros, que materializam este enormíssimo trabalho que foi feito ao longo de dois anos”, disse hoje, na apresentação do projeto, em Coimbra, o presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra, Emílio Torrão.

O livro serviu de mote para a criação de sete circuitos turísticos, que serão igualmente disponibilizados aos parceiros deste projeto.

“O património tem de ser valorizado, sendo visitado por quem traz algo à economia local, e, portanto, com estes roteiros as pessoas têm uma boa desculpa para visitarem o território”, sublinhou.

O projeto “De Roma a Portugal: uma viagem de 1.500 anos pela Região de Coimbra” envolveu o lançamento em livro “De Roma a Portugal, do Império ao Reino” uma viagem de 1.500 anos pela região de Coimbra, que contém “a história do território de Coimbra, de forma ininterrupta, durante 1500 anos, desde o século II antes de Cristo até ao século XIV”, referiu na sua intervenção, o presidente Agência para o Desenvolvimento dos Castelos e Muralhas Medievais do Mondego, Eduardo Santos.

Todos os municípios que integram a Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra fizeram parte da iniciativa, bem como o município de Alvaiázere, Pombal, e Ansião, no distrito de Leiria.

Este projeto tem como objetivo dinamizar o património histórico-artístico da região de Coimbra, promovendo, em rede e de forma transversal, leituras sobre o território para diferentes públicos.

A obra, com mais de 400 páginas, está escrita em português e inglês, tendo sido criados 500 exemplares que estão disponíveis apenas para os parceiros do projeto, no entanto, a Comunidade Intermunicipal quer “num futuro próximo alargar a edição”.

Este projeto foi cofinanciado pelo Programa Operacional Regional Centro 2020, a entidade beneficiária foi a Agência para o Desenvolvimento dos Castelos e Muralhas Medievais do Mondego, no âmbito da operação “Região de Coimbra Turismo 2020 – Promoção Integrada dos Produtos Turísticos da Região de Coimbra”, sendo entidade beneficiária a CIM Região de Coimbra.

A CIM Região de Coimbra é constituída pelos municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares, todos no distrito de Coimbra, além de Mortágua, distrito de Viseu, e Mealhada, distrito de Aveiro.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link